100 dicas práticas para viajar sozinha

Publicado em Fev 2017. Atualizado em Julho 2019

Viajar sozinha está cada vez mais popular e mais falado! Tem coisa mais legal do que isso? Eu que já acompanho esse assunto tem uns 5 anos percebo o crescente interesse das mulheres sobre o assunto e a busca por mais informações. Pensando nisso, preparei 100 dicas práticas para viajar sozinha. Estou sempre atualizando o texto com as minhas novas experiências e espero que as dicas sejam úteis para as mulheres viajantes!

100 dicas práticas para viajar sozinha 

Antes de Viajar

Se você não está acostumada a viajar sozinha e tem um pouco de medo ou receio, poderá fazer um test drive (experimentar) antes mesmo de viajar sozinha pra ver como vai se sentir. É como se fosse um ensaio e, quando você viajar sozinha de verdade, já saberá um pouquinho como se sente.

  1. Vá ao cinema sozinha

2. Almoce sozinha

3. Visite algo novo na sua cidade sozinha

4. Não dê ouvidos a tudo que falam. Muitas pessoas falam contra, justamente por nunca terem experimentado e não saberem como é.

5. Hospede-se na sua cidade sozinha

6. Viaje sozinha em um final de semana

Sobre a escolha do destino

7. Faça uma lista de lugares que gostaria de conhecer. É uma maneira saudável de manter seus sonhos vivos e pertinho de você.

8. Defina o objetivo da viagem: quero fazer novas amizades, quero ficar comigo mesma para refletir, quero apenas relaxar e não fazer nada, quero fazer um curso de idiomas, quero fazer um curso de culinária, etc.

9. Defina o período da sua viagem: o mês e quantos dias. O mês vai impactar diretamente na escolha do seu destino devido ao clima. Não deixe de olhar a previsão do tempo na época em que pretende viajar.

10. Verifique se haverá feriados ou grandes eventos durante o período definido, pois isso pode te impedir de visitar alguma atração, a cidade pode estar cheia demais e os preços elevados. Aconteceu comigo agora em Paris, quando eu procurava um hotel nas mesmas datas da Fashion Week. Já pensou como estavam os preços?

11. Veja qual impacto o clima terá no destino que você escolheu. Existem épocas de chuva, de furacão, de muito calor, de nevascas, etc. Às vezes, por exemplo, as cachoeiras podem estar mais secas, ou pode ser uma época de chuvas e seu roteiro prevê muitos passeios ao ar livre, etc.

12. Se for uma viagem internacional, verifique as exigências de entrada no país: visto, seguro viagem, taxa de turismo, vacinas, etc.

13. De preferência escolha a baixa temporada, pois o destino estará menos cheio e com preços mais em conta.

14. Evite períodos com grandes eventos na cidade, a não ser que você esteja indo justamente para participar deles.

Sobre dinheiro e como economizar

15. Analise os custos do destino nos sites Quanto Custa Viajar ou MyTravelCosts. Não serão valores exatos, mas já dá para ter uma ótima ideia de quanto vai gastar com passeios, ingressos, etc.

16. Estabeleça um orçamento diário para seus gastos com alimentação, transporte, passeios e atrações. Assim vai ter mais controle do seu dinheirinho.

17. Viaje durante a semana, muitas vezes as hospedagens estão mais em conta e as passagens também.

18. Tenha uma reserva de recursos para uma emergência. Pode ser um cartão de crédito extra e sem anuidade ou uma quantia em dinheiro que fica escondida no hotel.

19. Monte um mix na hora de levar levar dinheiro.  Para ver como eu faço, leia como levar dinheiro em viagens internacionais.

20. Avise seu banco sobre a viagem para não ter problema com o uso de cartões de crédito.

21. Entenda o que é Single Supplement , taxa cobradas por alguns estabelecimentos e fuja dela.

22. Use a abuse das atrações turísticas gratuitas. Museus costumam ter entrada gratuita em um dia da semana

23. Compre ingressos online, pois na maioria das vezes você encontrará bons descontos. Mas cuidado com o IOF para compras internacionais.

24. Evite restaurantes nas áreas turísticas. É sempre bom se afastar algumas quadras das atrações e você já começa a ver os preços reais do destino, além de poder descobrir um local totalmente novo.

25. Faça passeios por conta própria

26. Alugue uma bike. Pedalar é sempre bom, pois você faz exercício e conhece mais a cidade.

27. Use Uber ou Cabify , além do transporte público das cidades.

28. Visite um supermercado e compre coisas básicas para ter com você durante a viagem.

29. Seja flexível nas suas escolhas, elas podem trazer bastante economia!

Sobre hospedagem

30. Defina qual será o tipo de hospedagem que vai reservar e estipule um valor para gastar diariamente. Vai te ajudar na hora de escolher onde ficar. Tá em dúvida se fica em hostel ou hotel? Leia aqui a diferença entre um e outro.

31. Use o Booking para reservar os melhores hotéis, na maioria das vezes, com possibilidade de cancelamento gratuito.

32. Escolha a melhor localização para você! Perto de transporte púbico e das principais atrações que vai visitar é sempre uma ótima opção.

33. Leia as políticas de cancelamento, caso haja alguma modificação nas suas reservas.

34. Tenha um plano B, uma outra opção de hospedagem , que atenda seus critérios de escolha, caso você chegue no hotel / hostel reservado e não goste por algum motivo. Vai economizar seu tempo na hora de trocar.

35. Já pensou em alugar um apê? Pode ser uma opção mais econômica no caso de uma estadia longa em algum destino. Pode usar o AirBNB e, se você ainda não tem cadastro por lá, usando este link www.airbnb.com.br/c/deniset10, você recebe (e eu também) um desconto na sua primeira locação.

36. Antes de reservar sua hospedagem, leia as avaliações de pessoas como você para evitar furadas. Nos próprios buscadores há um espaço para avaliações.

37. Leia as avaliações de hospedagem também nos blogs de viagem.

38. Se estiver em dúvida sobre o hotel escolhido, não custa nada perguntar nos grupos de viagem do Facebook. Sempre há alguém disposta a ajudar e que pode te dar dicas e recomendações.

39. Cadastre-se em programas de fidelidade de redes hoteleiras que você gosta. Muitas vezes terá descontos e benefícios, como por exemplo, late check out, early check-in, drink de boas-vindas, etc.

40. Antes de reservar confira se uma negociação diretamente no hotel não será mais vantajosa.

Sobre transporte aéreo

41. Use e abuse dos buscadores para encontrar passagens aéreas com bons preços: Skyscanner, Voopter e Kayak são alguns deles.

42. Use e abuse dos sites especializados em promoções de passagens aéreas: Melhores Destinos e Passagens Imperdíveis são os principais.

43. Crie alertas de passagens aéreas no Google Flights, Skyscanner, Decolar, etc. e você será avisada das alterações de tarifas.

44. Para encontrar , seja flexível com as datas. Sabe-se que os dias mais baratos para viajar são terças e quartas e, às vezes, aos sábados.

45. Inscreva-se nas newsletters das companhias aéreas para receber as promoções em primeira mão.

46. Cadastre-se nos programas de milhagem das companhias aéreas.

47. Acumule e use milhas para a compra de aéreo e reservas de hotéis.

48. Compre com antecedência e há grandes possibilidades de garantir melhores preços.

49. Use o Stopover , que garante conhecer dois destinos pelo preço de um.

50. Antes de , sempre leia as regras tarifárias e Tenha cuidado com as promoções mirabolantes.

51. Entenda as regras de bagagem para não ter nenhuma surpresa na hora de embarcar. Hoje em dia, as tarifas mais baratas não contemplam a mala despachada e, se você deixar pra ver isso no aeroporto, pagará muito mais para despachar.

52. Para deslocamentos internos no país de destino, vale a pena dar uma olhada nos preços de nas companhias low cost (de baixo custo), pois às vezes são mais baratas que viajar de trem ou ônibus.

53. Faça check in online, pois algumas companhias aéreas te presenteiam com pontos nos programas de milhagem, além de você já adiantar o processo antes de chegar ao aeroporto.

54. Ao pesquisar locação de carros, hoteis e , sempre busque com a janela anônima (CTRL + SHIFT + N). Você verá que os preços podem ser diferentes.

55. Informe-se sobre seus direitos no caso de atrasos e cancelamentos de voos. O site da ANAC te dá várias informações úteis.

56. Escolha seu assento no Seat Guru, aplicativo que te mostra os melhores lugares, além de várias informações sobre as aeronaves.

Sobre deslocamentos internos

57. Descubra qual a melhor e mais barata forma de se deslocar entre as cidades usando Rome2Rio ou GoEuro. Saiba que nem sempre trem é mais barato.

58. A segunda classe dos trens, principalmente na Europa, é ótima!

59. Use ônibus também, muitas vezes, a maneira mais econômica de se deslocar.

60. Se comprar a sua passagem de trem ou bus online, não esqueça de verificar se o voucher recebido por e-mail vale na hora de embarcar. Muitas vezes você deverá chegar mais cedo pra trocar pela passagem.

Sobre documentos

61. Cheque a validade dos seus documentos de viagem: seu passaporte está ok? Dentro da validade? Sua carteira de identidade ou carteira nacional de habilitação está em boas condições?

62. Não viaje sem seguro viagem! Os preços de hospitais e médicos fora do Brasil são altíssimos. Não vale a pena correr esse risco.

63. Antes de contratar o seguro viagem, veja o que é importante saber.

64. Caso pretenda alugar um carro, sua habilitação está dentro do vencimento? Você já tem a Permissão Internacional para Dirigir ?

65. Verifique a exigência de vacinas no destino escolhido e tenha seu certificado internacional de vacinação. A mais conhecida é a vacina contra a febre amarela, que pode ser tomada nos postos de vacinação com, um mínimo de 10 dias, antes da sua viagem.

66. Para uma viagem internacional, organize uma pastinha com todos os documentos de viagem: passaporte, comprovante de hospedagem, ida e volta, voucher do seguro viagem, voucher de hospedagem ou carta convite e comprovação de recursos financeiros para a sua estadia no destino.

67. Tenha cópia do todos os seus documentos de viagem na nuvem – Dropbox ou Google Drive.

Sobre o roteiro

68. Para definir seu roteiro, consulte blogs de viagem e sites oficiais de turismo do destino e veja quais passeios e atrações são imperdíveis.

68. Faça parte da nossa Comunidade no Facebook, onde poderá fazer a sua pergunta e milhares de mulheres te ajudarão, respondendo com suas próprias experiências.

69. Use aplicativos de viagens que vão te economizar tempo e te deixam mais organizada: Google Maps, Google Translator, Foursquare, TripAdvisor.

70. Defina bem o número de dias em cada cidade:

  • Capitais: 4-5 dias (Paris, Londres, Lisboa)
  • Cidades grandes: 3-4 dias (Montreal, Budapeste, Amsterdam)
  • Cidades médias: 2-3 dias (Porto, Cracóvia, Sevilha, Munique)
  • Cidades pequenas: 1-2 dias (Bruges, Ghent, Ronda, Montpellier)

71. Nunca conte os dias chegada e partida, pois são dias em que você ou estará cansada ou estará se preparando para partir.

72. Não entupa seu roteiro de coisas a fazer. Isso pode virar um stress desnecessário e você não vai curtir.

73. Aproveite as Free Walking Tour (tours gratuitas e a pé) que são oferecidas na maioria das grandes cidades pelo mundo. Normalmente o trajeto é super interessante e você fará novas amizades. Ao final pode contribuir financeiramente com o valor que achar justo.

74. Se você gostar, experimente os ônibus turísticos, pois eles te dão uma visão geral da cidade e você pode descer em vários pontos no mesmo dia.

75. Use seu pés para conhecer a cidade. Nada melhor do que andar e descobrir mil coisas pelo caminho.

76. Quando se perder, relaxe. Use o Google Maps para voltar pra rota.

77. Esteja aberta a furar seu roteiro e ter experiências diferentes

78. Tenha uma cópia do seu roteiro em papel 

79. Separe um dia ou uma tarde para não fazer nada, somente flanar pelo destino.

80. Faça uma aula de culinária local (se você gostar de cozinhar, é claro!)

81. Alugue um amigo local no Rent a Local Friend ou no Airbnb. Você terá uma outra visão da cidade!

82. Abuse das atrações gratuitas do destino

Sobre segurança

83. Pesquise muito sobre o seu destino, pois você se sentirá muito mais confiante.

84. Compartilhe seu roteiro com uma amiga ou familiares

85. Chegue e saia do destino durante o dia, pois é sempre mais fácil se localizar em um destino desconhecido.

86. Seja discreta nos seus modelitos, assim atrai menos olhares de batedores de carteiras (sim, eles estão em todo o lugar do mundo!)

87. Faça novos amigos. Entenda que a maioria das pessoas que você vai encontrar durante a sua viagem são do bem. Só não precisa contar toda a sua vida pra elas.

88. Beba com moderação e lembre-se que você está sozinha e se passar mal terá que contar com a ajuda de estranhos.

89. Viaje leve, pois será muito mais confortável e fácil de manter o controle de todas as suas coisas.

90. Entenda todas as formas de levar dinheiro na viagens internacionais e escolha a mais adequada ao seu estilo de viagem e orçamento. Não deixe todo o seu dinheiro guardado no mesmo lugar. Pode deixar uma parte no hotel e usar bolsos e locais diferentes para cartões de crédito e dinheiro em cash.

91. Fique conectada: você pode comprar um chip local, levar um do Brasil ou aproveitar o wifi gratuitos dos locais. Olha esse mapa dos Wifis dos Aeroportos do Mundo!

E por fim…

92. Caso ache que vai se sentir um pouco sozinha na sua viagem solo, leve alguns companheiros: livro, revistas, Kindle, um caderninho para você anotar detalhes da sua viagem

93. Tire muitas fotos e divirta-se editando no Snapseed ou faça vídeos sensacionais usando o Quik.

94. Não ouça os “miminis” sobre viajar sozinha. Muitas pessoas vão te tratar como maluca, mas você não é: loucas são as pessoas que ficam deitadas no sofá, vendo a vida passar.

95. Leve um guia legal do seu destino, caso tenha que mudar os planos rapidamente. Vai te economizar um bom tempo, principalmente se você estiver sem internet. Recomendo os guias da Lonely Planet.

96. Converse com as pessoas do local. É a maneira mais fácil de entender o seu destino, além de ser uma experiência sempre surpreendente.

97. Respeite o local e a cultura do seu destino. Muitas vezes o que é normal para nós, pode ser falta de respeito para o outro. Por isso, uma pesquisa é sempre importante.

98. Caso sua viagem seja para fora do Brasil, aprenda algumas palavrinhas básicas do idioma local. É simpático, interessante e abre muitos sorrisos!

99. Veja filmes sobre o seu destino. Isso vai te deixar ainda mais ansiosa e louca para partir!

100. Se você chegou até aqui….Tire a bunda do sofá! Agora! Medo de viajar sozinha dá e passa! 02O mundo está te esperando e ninguém vai te puxar pela mão!

Espero que você tenha curtido as dicas práticas para viajar sozinha e que, em breve, você caia na estrada. Se ficou com alguma dúvida é só deixar nos comentários que responderei rapidinho!

18 COMENTÁRIOS

  1. Tenho muita vontade de viajar sozinha, mas nao sei se conseguirei driblar o medo. Adorei as dicas, me abriu um pouco os horizontes.

  2. Denise, planejando minha primeira viagem solo para Portugal. Confesso, tem horas que dá um friozinho na barriga rsrsrsrs. Adorei as dicas.

    • Chrys, tudo bem ? Olha que coincidência! Tbm estou planejando minha viagem para Portugal! 🙂 O friozinho na barriga é normal e nunca passa. Pode ser a sua milésima viagem! hahahah Que bom que gostou das dicas 🙂 beijos

  3. Estou amando o blog.
    Viajo em setembro, sozinha, vou para Europa, todos estão a me chamar de louca e estou mesmo, louca para ir logo.
    Continuarei a ler as dicas!!!
    Obg por elas, estão me deixando cada vez mais ansiosa.

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.