HomeViajar SozinhaViajar Sozinha e usar o Airbnb: como usar com segurança

Viajar Sozinha e usar o Airbnb: como usar com segurança

Usar o Airbnb pode ser uma excelente alternativa para economizar na sua viagem solo. Mas convém ter alguns cuidados na hora de escolher o anfitrião e o imóvel!

-

Viajar sozinha e usar o Airbnb pode ser uma ótima maneira de diminuir os custos da viagem solo. Como não dividimos as despesas com ninguém, a hospedagem acaba representando um percentual alto de nosso orçamento de viagem.

Os sites de compartilhamento de acomodações e experiências têm crescido nos últimos anos, mudando bastante a maneira de viajar de muitas pessoas. E é mais uma alternativa para os viajantes solo. Afinal, diferente de um hotel, nesse tipo de hospedagem é possível viver como um nativo no seu destino de férias.

Entre as opções do mercado, o Airbnb – criado em 2008 – é um dos mais conhecidos. Ele conecta viajantes de diversos cantos do mundo com nativos que possuem um espaço desocupado para alugar.

Leia também

Por que você NÃO viaja sozinha?

Onde se hospedar viajando sozinha: hostel ou hotel?

Tipos de hospedagem no Airbnb

Existem três maneiras de se hospedar em vários destinos mundo afora com a ajuda do Airbnb:

Compartilhada

Na compartilhada, você pode escolher entre um quarto inteiro ou compartilhado de uma residência. A ideia se assemelha ao hostel, onde é possível dividir o quarto com outras pessoas, conforme o número de camas ou ficar em um quarto privativo. Assim como nos hostels você usará as áreas compartilhadas da residência.

Já se voce prefere se hospedar em hotel, Confira as melhores tarifas no booking

Quem oferece esse tipo de acomodação geralmente tem espaços grandes na sua residência e deseja compartilhá-los com os visitantes da sua cidade. Pequenos hostels também usam a ferramenta para alugar os seus quartos.

No caso do quarto inteiro, o mais comum é que o anfitrião more na residência e possua um quarto extra que gosta de alugar para ter sempre novas visitas. Ambos os casos são boas opções para quem viaja sozinha e quer fazer amigos.

Mais do que ganhar uma “graninha” com o aluguel do seu quarto, muitos dos anfitriões costumam ser pessoas que gostam de receber os viajantes, dar dicas de passeios, servirem de guia e serem uma ótima companhia.

Imagem @benzoix Deposit Photos

Casa ou apartamento inteiro

Mas se a sua ideia é ter um espaço só seu e manter a sua privacidade, é possível reservar uma casa ou apartamento inteiro. Nesse caso, o anfitrião ou outra pessoa a quem ele delega a responsabilidade vai entregar a chave do apartamento na sua chegada e você fica sozinha no local.

Mesmo nesses casos, os anfitriões costumam deixar um telefone de contato para qualquer eventualidade ou dúvida que o inquilino tenha. Também pode deixar no local dicas sobre a cidade ou passeio.

Em Santiago, quando ainda não conhecíamos muito o Airbnb, aluguei um apartamento inteiro para passar 10 dias. Usei o Booking na época, mas ao chegar na cidade, a proprietária estava me esperando para entregar um aparelho de celular para que eu pudesse entrar em contato com ela, caso tivesse algum problema. Além disso, no apartamento havia uma pasta com várias dicas de passeios. Achei isso muito bacana e uma atenção que todas nós gostamos de receber.

Vantagens ao viajar sozinha e usar o Airbnb

Existem muitas vantagens ao viajar sozinha e usar o Airbnb. Veja as principais:

Preços baixos

Talvez uma das principais razões que fizeram muitos viajantes aderirem às reservas no Airbnb é o fato de, na maioria das vezes, os preços serem mais baixos que os hotéis do destino. Quem não busca algo muito luxuoso pode pagar muito menos do que a reserva de uma hospedagem tradicional.

Em alguns casos, o preço fica mais em conta ainda do que se gastaria em uma pousada e mesmo em um hostel. Mas também é possível encontrar acomodações mais luxuosas por um preço muito vantajoso em relação aos hotéis com estrelas.

Localização

Pessoas que residem nas regiões centrais dos destinos turísticos são as primeiras a alugarem um quarto, casa ou apartamento no Airbnb. Afinal, a boa localização é um dos aspectos mais avaliados na hora de optar por uma hospedagem em um destino de férias.

Isso não quer dizer que se você prefere um local mais afastado dos principais pontos da cidade não vai encontrar nada. Realmente, conforme o destino pode haver opções para todos os gostos. Além disso, esse fator influencia no preço da reserva.

Economia com a alimentação

Mais uma das vantagens ao viajar sozinha e usar o AirBnb é a economia que se pode fazer nas refeições. Isso porque você pode prepará-las em “casa”, inclusive, nos dias que estiver cansada e prefere ficar relaxando. Geralmente os imóveis do AirBnb tem cozinhas equipadas prontas para receberem os hóspedes.

Imagem @serezniy Deposit Photos

Desvantagens ao viajar sozinha e usar o Airbnb

Existem também algumas desvantagens ao viajar sozinha e usar o Airbnb. Veja quais são elas:

Recepção & Serviços

Não há serviço de recepção e nem serviços na maioria dos imóveis, então, você precisa resolver qualquer imprevisto sozinha. Perdeu a chave? Tem que entrar em contato com o anfitrião para ver o que fazer. Deu fome tarde da noite? Não tem como ligar pra recepção e pedir um sanduíche!

Confira os planos e compre um chip ou e-sim para ficar conectada durante toda a viagem

Taxa de Cancelamento

As  políticas de cancelamento na ferramenta variam de acordo com o anfitrião. Então, você poderá encontrar valores altos se resolver cancelar sua reserva. Como não há um padrão nas taxas cobradas,  a cada nova reserva é necessário olhar com atenção quais são as políticas. 

Outra coisa que já vi acontecer, foram casos de cancelamento de uma reserva por parte do anfitrião faltando poucos dias para a pessoa viajar. Isso pode acarretar um grande transtorno para o viajante. Já pensou que transtorno achar uma nova hospedagem em cima da hora?

Não esqueça de contratar o seguro viagem para sua viagem solo. Faça uma cotação nas melhores seguradoras e escolha o plano ideal para você e para o seu estilo de viagem.

IOF

Por enquanto, o Airbnb cobra as hospedagens em dólar e isso acarreta o pagamento de IOF de 6,38%.

Viajar Sozinha e Usar o Airbnb tela de cobrança
Imagem: Airbnb

Hospedagem Compartilhada ou Privativa?

Não existe uma resposta exata para essa pergunta. A questão é que depende do objetivo da sua viagem. Você pode desejar ficar mais introspectiva, na sua própria companhia ou conhecer pessoas no destino e fazer novas amizades.

No primeiro caso, um apartamento inteiro para você é o ideal. Senão, prefira os quartos e casas que compartilham quartos e os demais espaços. Se você está indecisa, pode ainda optar pelo quarto privativo em uma residência e poderá conviver com seu anfitrião.

Recurso de segurança no AirBnb

Começo dizendo que riscos a gente sempre corre, mesmo em hospedagens tradicionais. Tenho uma amiga que teve os passaportes dela e das duas filhas roubados, enquanto dormiam em um hotel. Também já soube do caso de um hóspede que voltou para a hospedagem privativa, reservada pelo Airbnb e simplesmente, não encontrou seu notebook e câmera fotográfica.

Bom, o que posso dizer em relação ao Airbnb é que nunca tive qualquer problema, mas não usei tantas vezes assim. Milhões de pessoas no mundo todo utilizam a plataforma e estes casos são raros.

Leia também

Opções de hospedagem para quem viaja sozinha

O que a plataforma faz é verificar os anfitriões, assim como os hóspedes para proteger ambos os lados. Só que existem outras pessoas envolvidas no processo, como terceiros que ficam com as chaves, pessoas que fazem a limpeza do apartamento, etc. Então, 100% de segurança não há, de fato.

Em função do número de viajantes solo ter aumentado em mais de 60% em 2022, a plataforma resolveu implementar recursos dedicado à segurança de quem viaja sozinha.

Quando alguém viaja sozinho e faz uma reserva em um quarto privativo ou compartilhado, esse recurso é ativado na plataforma e oferece três possibilidades:

  • Recomendações de especialistas que as viajantes podem utilizar para se manterem seguros quando viajam sozinhos.
  • Compartilhamento de Localização: uma maneira fácil de compartilhar seu itinerário com qualquer pessoa e quantas vezes achar necessário durante todo o período da reserva.
  • Perguntas Importantes: sugestão pelo Airbnb de perguntas a serem feitas ao anfitrião sobre a acomodação e a vizinhança.

Recomedações para não cair em roubadas

Mesmo que o grande número de usuários do Airbnb existente em todo o mundo seja uma prova de que a plataforma funciona bem, é importante que você siga algumas recomendações para não cair em roubadas.

  • Leia os depoimentos escritos pelos hóspedes a respeito do anfitrião. Mas não leia só os recentes, procure por outros mais antigos.
  • Veja a pontuação dos itens de cada: localização, valor, comunicação, etc.
  • Converse com o anfitrião antes de confirmar a reserva e tire todas as dúvidas;
  • Pesquise a localização. Você não terá o endereço completo até confirmar a reserva, mas é possível ver a região pelo mapa. Se estiver longe do que deseja visitar não vale a pena reservar, pois você gastará mais com transporte.
  • Evite as pegadinhas lendo todas as regras da casa e também as de cancelamento;
  • Verifique se o anfitrião estará disponível para qualquer problema na hospedagem;
  • Confira os horários de check-in e check-out;
  • Se um anfitrião pedir mais dinheiro do que o valor que você já pagou pelo site e, essa cobrança adicional não estiver declarada no anúncio ou não foi mencionada no histórico de mensagens, conteste a cobrança na Central de Ajuda do Airbnb. Nunca pague esse tipo de cobrança diretamente para o anfitrião.

Leia também >> Viajar Sozinha e usar o Couchsurfing

Para qualquer problema na plataforma, você poderá entrar em contato com a equipe de ajuda do Airbnb no Brasil pelo site nos links: airbnb.com.br/help/contact_us ou airbnb.com.br/help/?audience=guest

Imagem Capa: @IgorVetushko Deposit Photos

Denise Tonin
Denise Tonin
Sou viajante solo por opção e paixão! Viajei muito mais do que escrevi por aqui, mas vale dizer que o que realmente importa não é a quantidade de países que visitei, mas o quanto consegui me conectar com cada lugar e com as pessoas que cruzei nas viagens. O mais importante ainda é o quanto consegui me conectar comigo mesma! Busque por conexão e se entregue e verá a mágica acontecer. Suas viagens, além de incríveis, serão transformadoras!

2 COMENTÁRIOS

  1. Adoro suas postagens. Já conheci bem o Brasil e quero fazer minha estreia fora do Brasil. Como a maioria, indo a Buenos Aires e Ushuaia.Vc tem roteiro, informação destes destinos. Sucesso. Obrigada

DEIXE UM COMENTÁRIO!

Please enter your comment!
Insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Success message!
Warning message!
Error message!