Carta Convite para viagem o que é, como funciona e quando usar | Viajante Solo

Muitas pessoas me perguntam o que é e pra que serve uma carta convite para viagem. Pois bem, a carta convite é um documento que informa que, durante a sua viagem, você ficará hospedada na residência de uma pessoa e não em uma hospedagem tradicional, como o caso de um hotel. A pessoa em questão pode ser um amigo, um parente, uma pessoa que lhe dará abrigo, via Couchsurfing, ou até mesmo se você estiver usando o sistema de House Sitting (cuidando da casa de alguém em troca de hospedagem). Ela vai servir como substituta de uma reserva tradicional de hotel ou hostel, quando você recebe um voucher ou um e-mail de confirmação da sua reserva.

Abaixo listei algumas perguntas frequentes que tenho recebido por e-mail e espero que elas ajudem a esclarecer as principais dúvidas.

Quando usar a Carta Convite?

Você poderá usar a carta convite na solicitação de um visto para alguns destinos. Os Estados Unidos, por exemplo, não a consideram um documento oficial. Então, para o visto de entrada nos EUA, nem adianta você fazer. Convém você pesquisar certinho nas representações dos países no Brasil, quais os documentos são aceitos.

Por outro lado, quando você estiver passando na imigração para entrada em algum destino, ela é, normalmente, aceita como uma substituta da reserva tradicional de hotel (voucher), como já falado no início do texto. Se você estiver se hospedando na casa de um parente ou amigo, a carta servirá para informar ao agente de fronteira, onde você estará hospedada.

Na maioria das vezes, ela não é solicitada oficialmente, porém é super recomendado tê-la em caso de ter que comprovar onde você vai se hospedar.

Quem deve fazer a Carta Convite?

A pessoa que irá lhe hospedar e ela deverá ser nativa ou se tiver outra nacionalidade diferente do destino em questão, estar residindo legalmente no país. Isso quer dizer estar com toda a documentação organizada e em dia.

Você pode mandar o modelo da carta convite (em anexo) todo preenchido com os dados para adiantar o processo, mas o seu anfitrião é que deverá assiná-la e registrá-la, quando necessário.

É interessante, mas não obrigatório, ter junto com a carta, uma cópia do passaporte ou algum documento de identidade do anfitrião.

Quais informações devem constar na carta?

  • Dados do anfitrião (Nome, documento de identidade, nacionalidade, profissão e endereço completo da residência);
  • Dados do visitante (Nome, passaporte, nacionalidade, profissão e endereço de residência);
  • Motivo da viagem;
  • Vínculo / Relacionamento entre as partes;
  • Período da viagem (data de chegada e retorno)
  • Termo de responsabilidade financeira, se for o caso.

O termo de responsabilidade financeira é quando o anfitrião informa que será o responsável por todas as suas despesas durante o período da sua estadia em sua residência.

Precisa registrá-la?

Não adianta registrar no cartório brasileiro, pois não será válido em outro país. Somente no caso de você estar recebendo um estrangeiro em sua residência no Brasil.

O registro da carta deverá ser feito no país de destino e em órgão oficial indicado. Alguns destinos tem as regras claras e um processo definido para o registro desse tipo de documento, como na França, por exemplo.

Você deve pesquisar a necessidade de registro ou não, lendo as orientações e exigências para a entrada de brasileiros. Essas informações você encontra nos sites das embaixadas ou consulados do país no Brasil.

Qual o idioma usar na carta?

De preferência a carta deverá ser redigida no idioma do destino que você está visitando, principalmente se o país em questão exige que esse documento seja registrado em algum órgão oficial.

Como precaução, você poderá também ter uma cópia da carta em inglês, língua falada em qualquer posto de imigração do mundo.

Uma carta em português só servirá em Portugal, no Brasil (caso você esteja recebendo alguém) e nos PALOPS (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).

Preciso apresentar a carta original?

De preferência, peça ao seu anfitrião para enviar a carta original pelo correio e você terá o documento original em mão na hora de cruzar a fronteira. Mas fique tranquila, pois a maioria dos países costuma aceitar a carta escaneada e enviada por e-mail. E também as impressões coloridas ficam muito próximas a carta original.

Leia >> Documentos exigidos para entrar na Europa

Precisa ser uma carta redigida de próprio punho?

Não, a melhor alternativa é uma carta redigida no computador a fim de facilitar a leitura pelo oficial da imigração.

Posso usar a mesma carta duas vezes?

Somente se, por exemplo, você sair do destino em questão para visitar outro país e retornar passando pela imigração novamente, dentro do período já mencionado na carta.

Caso tenha voltado ao Brasil e vá novamente para o mesmo destino, ficando no mesmo local, será necessária a emissão de nova carta convite com as novas datas de viagem.

Já tenho visto para o destino, preciso apresentar uma carta convite?

Somente ter um visto não é garantia de entrada em um país. O oficial de imigração é soberano nessa decisão e, se você não vai ficar em hotel ou outra acomodação que tenha um comprovante de reserva “oficial”, é totalmente recomendado levar uma carta convite.

Lembre-se que os oficiais de imigração, por vezes, são bastante chatos e podem implicar pelo simples fato de você não ter a comprovação de hospedagem.

BAIXAR MODELO DE CARTA CONVITE PARA EDITAR

Leia também >> Como se comportar na imigração viajando sozinha

14 COMENTÁRIOS

  1. Olá, boa tarde a todos!
    1ª viagem ao exterior.
    Estou com uma grande dúvida.
    Estarei indo para os Estados Unidos em Setembro onde tenho um primo que conseguiu seu green card a poucos meses, e ficarei na casa dele. Minha dúvida é se ele pode fazer uma carta convite para mim? Ou é melhor ir sem esta carta convite ou reservas?

    Outro detalhe, meu destino final é NY e farei escala em Atlanta onde será feito a imigração.

    Como é minha primeira viagem ao exterior, e não falo nada em inglês, terei muitas dificuldades?

    Obs: estarei indo com minha noite e um amigo.

    • Glória, tudo bem? A carta convite é apenas um documento que mostra onde vc estará hospedada, no caso de não se ficar em um hotel. Para entrar nos Estados Unidos é necessário obter um visto junto ao consulado americano. bjod

  2. Boa noite Denise ,estou em um relacionamento afetivo com um egípcio a 1 ano queria saber como faço essa carta convite para que ele venha no Brasil!! Vamos nos casar pelo islã aqui. Depois de casar ficaremos pouco tempo aqui !! Pensamos em voltar para o Egito juntos. Você pode me ajudar como fazer essa carta ? Preciso de dicas , desde já agradeço !! Bjs

    • Olá Patrícia, tudo bem ? Este artigo explica exatamente como fazer, quais os dados que devem constar na carta e ainda traz um modelo em inglês que você pode baixar e passar para o português. Se tiver mais alguma dúvida é só falar. Abs

  3. BOM DIA!, No caso de brasileiros que já possuem o visto permanente em Portugal possui alguma quantidade de cartas a serem emitidas para os amigos visitantes?

  4. Bom dia Denise, Você sabe me informar se o anfitrião pode se responsabilizar por todas minhas despesas, inclusive financeira e médica? Isso me isenta de adquirir o seguro viagem?

    • Rodrigo, tudo bem? No meu entendimento se o país exige o Seguro, uma carta convite não será considerada como substituto, até porque ela não tem validade legal em alguns países. O que te recomendo fazer é questionar diretamente o consulado do país em questão para não ter nenhum problema na fronteira. abs

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.