Como contratar um seguro de viagem internacional

Viajar é bom demais! E viajar em segurança é muito melhor! Tranquilidade é o que precisamos durante a nossa viagem! Por isso, a gente não pode esquecer de um item  super importante: o seguro viagem. Mas precisamos também saber como contratar um seguro viagem internacional e cada detalhe que isso envolve.

Tá bem, ninguém quer pensar em coisas ruins, mas, infelizmente, em qualquer lugar que estejamos no mundo, estamos sujeitos a imprevistos. E por que não se garantir? Não venha me dizer que a grana está curta, porque o seguro de viagem não custa tanto assim – menos de 1% da sua viagem –  e evita uma falência futura, caso tenha que pagar contas estratosféricas de médicos ou hospitais durante a viagem.

Defina o perfil da sua viagem

É importante que você saiba que existem vários tipos de seguro e de seguradoras e, por isso, é importante você saber exatamente qual o perfil da sua viagem. Seguros mais comuns e, consequentemente mais baratos, não cobrem, por exemplo, acidentes em esportes radicais. Se você tem a intenção de fazer bungee jump ou algum outro esporte mais ousado durante a sua viagem, o ideal é pesquisar por seguradoras especializadas nesse segmento e que já tem a manha para o atendimento nestes casos.

Pesquise as regras do seu destino

Viajantes a caminho de países do Espaço Schengen, por exemplo,  precisam ter um seguro específico que assegure 30 mil euros no caso de algum problema médico. Nas minhas viagens nunca precisei comprovar, mas pode ser solicitado na imigração. Você não quer estragar as suas férias por causa disso, não é mesmo? Pesquise bem seu destino e veja quais as exigências para não ser pego de surpresa. Você obtém estas informações nos órgãos consulares do seu destino.

Entenda o que deve ter no seguro

Imagine que você tenha alguma complicação de saúde durante a sua viagem (toc toc toc na madeira) e precise de uma consulta médica, exame ou até mesmo de internação. Já pensou pagar estas despesas em dólares ou euros? Não saber exatamente onde ir nestes casos? Países como Estados Unidos, Islândia, Noruega e Dinamarca tem um dos custos mais altos com saúde no mundo (Fonte: MyTravelCost) e você pode ficar realmente em apuros financeiros, perdido, além de estar passando mal. Já pensou?

Então, o item primordial pra você observar no seu seguro viagem é a cobertura médico-hospitalar: exames, consultas, internação, cirurgia, remoção (resgate e transporte do local do acidente), acidentes pessoais, repatriação médica ou funerária e acompanhamento familiar (ticket aéreo e hospedagem). Este último item é super importante para os viajantes solo! Fique de olho!

Uma dica é dar uma pesquisada no seu destino e ver a infraestrutura de saúde. Por exemplo, no Deserto do Atacama, na minha última pesquisa, não havia hospital na cidade, apenas atendimento ambulatorial e o local mais próximo com atendimento hospitalar é Calama, a 1h de viagem. Neste caso, vale pensar em uma cobertura mais ampla.

A outra pesquisa que deve ser feita é a respeito de doenças preexistentes. A maioria dos seguros tradicionais não as cobre. Mas é possível adicionar, dependendo da seguradora.

Existem outras coberturas que você pode contratar também, caso seu orçamento permita como por exemplo, extravio e atraso de bagagem, cancelamento da viagem, assistência jurídica em caso de acidente de trânsito, etc.

Pesquise preços e compare as coberturas

Agora que você já sabe qual estilo da sua viagem, o que o seu destino exige e o que você deve priorizar em termos de cobertura, é hora de pesquisar e comparar para que você ache o seguro ideal para você.

Recomendo a Real Seguros, parceira do Viajante Solo e que oferece um comparador muito bom para você obter o plano que melhor se adéqua a sua viagem e as suas necessidades. Veja como a busca se torna mais fácil:

Seguro Viagem Internacional: saiba como contratar | Tela Busca Real Seguros

A Real não é a  empresa seguradora. Ela apenas ajuda você a buscar a melhor empresa / seguro. Mas ela acompanha todo o processo e garante que você receba a sua apólice na hora da compra por e-mail, além do reembolso em até 48 horas antes da sua viagem. Caso aconteça algum imprevisto durante a viagem, a Real te dá todo o suporte necessário com atendimento especializado.

seguro_viagem_geral_728x90Pesquisando e comprando o seu seguro pelo nosso link, eu ganho uma pequena comissão da Real, sem ficar mais caro para você, o que me permite trazer conteúdos cada vez mais legais para o blog!

Achou o seguro ideal? Antes de clicar em comprar:

  • Olhe atentamente cada item da cobertura
  • Cheque se há possibilidade de cancelamento e reembolso
  • Pesquise no Google a empresa escolhida e veja a sua reputação. Com certeza, se ela deixou alguém na mão, você saberá rapidinho. Pode olhar no Reclame aqui também.
  • Ainda tem dúvidas? Ligue para eles e pergunte!
  • Entenda qual o procedimento em caso de ativação do seguro

Comprou? E depois? Peraí que tem mais!

  • Tenha seu voucher impresso junto com você durante a viagem
  • Tenha uma cópia digital do seu voucher no Dropbox, E-Mail ou Google Drive, caso você o perca durante a viagem.
  • Tenha a mão – grave no seu celular – os números para onde deve ligar, caso precise ativá-lo. Normalmente estão na apólice que você receberá.
  • E em último, mas não menos importante, garanta que você tenha meios de ligar para o seguro. Pode parecer idiota, mas de nada adianta se você não tiver como acioná-lo. Eu procuro ter chips locais nas minhas viagens ou estar com meu celular com o roaming ativado para uma emergência como essa.

Pronto! Agora é só relaxar e curtir a viagem!

E você? Tem alguma dica que não falei e gostaria de complementar e ajudar outros viajantes? Coloca aqui nos comentários. Vou adorar aprender mais com você!

Compartilhar
Artigo anteriorReview: Che Lagarto Curitiba, Paraná
Próximo artigoComida italo-brasileira-tiradentina no Divagar Gourmeco
Cariúcha da gema, amante de um bom livro e de dias chuvosos. Descobriu faz um tempão que viajar sozinha é uma experiência incrível e que muda toda a perspectiva da vida! Agora, se denomina viajante solo por paixão e opção! Idealizadora da Solo Travel Week e do Programa Viajante Solo, seu objetivo é incentivar cada vez mais mulheres a viajarem sozinhas.

16 COMENTÁRIOS

  1. Seguro é uma das coisas mais importantes de uma viagem. Não dá pra arriscar mesmo. Gostei muito do post e das dicas. Engraçado que eu sempre digo para as pessoas buscarem informações no Reclame Aqui e pra registrarem em vários lugares o telefone de contato da seguradora. 😉

  2. Realmente ninguém gosta de pensar em precisar usar um seguro em viagem. Eu super recomendo sempre e conheço quem já precisou usar. E não foi só uma pessoa! Ótimo o post, não deixa nenhuma dúvida! bj

  3. Nossa, não passa pela minha cabeça viajar sem seguro… De jeito nenhum!!! E olha que nunca precisei dele… mesmo assim, viajo sempre com seguro! Certeza que o dia que não tiver, alguma coisa vai acontecer, do jeito que sou azarada… hahahaha

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here