Viajar Sozinha para Santiago dicas para seu planejamento

Muitas pessoas me perguntam se viajar sozinha para Santiago é tranquilo. Minha resposta é sim, vá na boa. É um lugar seguro, se comparado as grandes cidades do Brasil, por exemplo, e há muitos passeios legais para se fazer. Eu adorei minha experiência em Santiago e sempre aconselho como um destino legal para viajar sozinha.

Como Chegar

Avião

As principais companhias aéreas que fazem a rota até Santiago, saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo são: LATAM, Gol e Aerolineas Argentinas. Para buscar voos saindo da sua cidade e ver as melhores opções, verifique nos buscadores de passagens aéreas, como Skyscanner, Voopter, Kayak ou Google Flights.

Ônibus

Você levará de 52 a 56 horas, dependendo da rota, se optar em ir de ônibus. Quem já fez comenta que a viagem tem vistas lindíssimas das Cordilheiras. As companhias de ônibus mais conhecidas para você pesquisar são: Pluma e Crucero Del Norte. Minha sugestão é que você ligue para estas empresas, pois as partidas não acontecem todos os dias e há muitas informações desencontradas. Já a empresa JBL Turismo oferece saídas de São Paulo e é possível adquirir o bilhete pela internet.

Quando ir 

Santiago é uma cidade que pode ser visitada o ano todo! Sempre tem mil coisas para fazer e ver. O Chile possui estações do ano correspondentes às do Brasil. No verão as temperaturas variam entre 16°C e 35°C e, no inverno, ficam entre de 0°C a 13°C. O período de chuvas acontece entre maio e setembro. Mas se você quer ver:

Neve

A temporada inicia por volta de 23 de junho e vai até 22 de setembro (em 2017) e você pode fazer um bate e volta ao Valle Nevado ou outras estações de esqui próximas a cidade, como FarellonesEl Colorado e La Parva. Lembre-se que cada ano a temporada pode mudar e sempre depende do clima e da quantidade de neve.

Vinícolas

Para ver as plantações de uvas em todo seu esplendor, a melhor época é de dezembro a março. Fui em outubro, consegui visitar as vinícolas, porém não as vi repletas de uvas.

SOLO TRAVEL WEEK 

Uma semana repleta de conteúdos sobre viajar sozinha, planejamento de viagem, destinos e muito mais. Conteúdos online & gratuitos com Denise Tonin & Convidados.

Deixe seu e-mail e seja avisada em primeira mão da próxima edição.

Hidden Content

Quantos dias ficar

A resposta é sempre relativa, pois depende do que você gosta de fazer e qual o seu ritmo de viagem. Fiquei 10 dias e fiz 3 passeios bate e volta, porque as cordilheiras estavam com pouca neve e acabei desistindo de visitar as estações de esqui.  Fiz quase todas as atividades mais conhecidas e recomendadas na cidade e tudo em um ritmo bem relaxado, que é como gosto de viajar. Se você tem pouco tempo, 4 ou 5 dias inteiros na cidade será o suficiente para conhecer os principais pontos de interesse.

Documentos

Visto

Desde junho de 2008, não é necessária a obtenção de visto de turista para países que fazem parte do Mercosul. Você pode entrar no país apenas com sua cédula de identidade, que deve estar em bom estado e com fotografia atual. Caso queira, seu passaporte também poderá ser usado.

Vacina:

Não é exigida nenhuma vacina para entrada no Chile.

Seguro Viagem:

Não há nenhuma obrigatoriedade, mas é sempre recomendável você viajar com um seguro viagem, principalmente quando se está viajando sozinha e contamos apenas com nós mesmas para tudo. O seguro está longe de ser um despesa alta e, como a gente não tem controle sobre os acontecimentos, é sempre bom estar preparada para algum problema de saúde durante a nossa viagem. Tendo o seguro você evitará gastos por vezes extremamente altos no caso de precisar de algum atendimento.

seguro_viagem_america_do_sul_728x90

Dinheiro

Você não precisa comprar pesos no Brasil, pois dificilmente encontrará boas taxas. No Chile é possível você usar dólares e reais, mas para saber qual é a melhor opção, na época da sua viagem, verifique os valores das duas moedas no Melhor Câmbio. Faça contas para ver o que é mais vantajoso!

Se você já tiver dólares em casa, leve. Mas não compre dólar para depois converter em pesos por lá. Muitas vezes, converter real para dólar e depois dólar para pesos, pode fazer você perder dinheiro. De novo, faça contas 🙂

Além dos dólares que eu já tinha em casa, levei reais e ainda  habilitei o meu cartão de débito do Itaú para saques internacionais nos caixas eletrônicos, caso precisasse de mais dinheiro. Mas para estes saques você pagará taxas e ainda IOF de 0,38%.

Na rua Agustinas, no centro da cidade, é onde você encontrará o maior número de casas de câmbio. Uma das mais conhecidas é a Afex e existem várias lojas espalhadas na cidade.

Como ir do aeroporto ao centro

Existem várias opções para você sair do aeroporto internacional Comodoro Arturo Merino Benítez (SCL) e chegar ao seu hotel: táxi, Uber, transfer privado, ônibus.

Como eu chegaria por volta de meia noite, preferi usar um transporte privativo, já agendado previamente e online,  pois me hospedei no centro da cidade. Se optar por táxi, tenha o cuidado de somente pegar o táxi oficial indicado pelo próprio aeroporto.

Para ver todas as opções de transporte saindo do aeroporto, acesse o artigo:

>> Como ir do aeroporto ao centro da cidade

Segurança

Como em qualquer cidade grande, você sempre precisa ficar atenta. Eu tive duas experiências que podem te ajudar a ficar ligada.

Bairro Patronato

O bairro Patronato é conhecido como ponto de compras de roupas e acessórios super baratos e foi fundado há muitos anos por comerciantes árabes. É um pouco parecido com o Saara no Rio ou a 25 Março de São Paulo. Bem próximo da estação de metrô Patronato encontra-se o mercado La Vega Central um dos pontos visitados pelos turistas.

Fui até lá para fazer uma free tour com a Spicy Chile que passaria pelos mercados da cidade. Ao chegar, conversando com o guia Daniel, encontramos uma pessoa que trabalha no bairro, um senhor muito simpático. Ele começou a narrar os últimos acontecimentos daquela área: uma senhora teve seu cordão arrancado, um senhor estava saindo do banco e estava sendo seguido por um cara pronto para assaltá-lo e por aí vai. Contou vários episódios dos últimos dias. Nada diferente do que vivemos por aqui, certo? Depois que ele foi embora desejando sorte para nós (ui….) conversei com Daniel e perguntei quais os riscos e se eu poderia tirar fotos. A menina que estava com ele disse: ahhhh você deixa a máquina dentro da bolsa e quando achar alguma coisa que queira fotografar, tira a foto rapidinho e guarda a máquina. Na boa, andar por um lugar com esta tensão e com uma Canon e uma Go Pro na bolsa, não seria uma coisa divertida. E, afinal, eu estava de férias! Tensão eu já passo no Rio todos os dias. Meu “espírito de orelha” disse: vai arriscar se incomodar e perder suas câmeras para fotografar frutas e verduras? Minha resposta foi não e peguei o metrô de volta para explorar outro lugar.

Táxi

Um episódio desagradável e que me deixou muito irritada, aconteceu foi na saída do Shopping Costanera Center. Estava muito cansada, pois havia percorrido quilômetros a pé pela cidade e resolvi pegar um táxi, pois teria que andar um pouquinho até o metro. Fiz a besteira de pegá-lo em frente ao shopping. O motorista não quis me dizer o valor da corrida até o apartamento onde estava hospedada, dizendo que eu não precisava me preocupar, pois era taxímetro e tal. Confesso que não havia lido nada de ruim sobre os táxis em Santiago e o cansaço estava embaçando as ideias.

Sentei no carro e o banco da minha frente tinha aquele encosto de cabeça que tapava o taxímetro. O motorista não parava de falar um minuto, muito alegre e simpático. Quando olhei o taxímetro, já estava em 30.000 CLP, o equivalente a 150,00 reais. Pedi delicadamente para ele parar o táxi, pois eu não tinha dinheiro. Olhei para o lado procurando os carabineiros, mas não achei nenhum. Abri a porta do táxi e joguei 10.000 CLP no banco (era a única nota em pesos que eu tinha) e saí voada.

Conversando depois com outros brasileiros que encontrei pela cidade (aliás só tinha brasileiros por lá), ouvi vários casos parecidos e também o golpe da troca de notas. Na hora de te dar o troco, eles trocam as notas e, como o dinheiro tem muitos zeros, a gente acaba se confundindo. Você diz que está errado e eles te mostram outra nota e não a que você deu… enfim, os golpes que já são conhecidos e que precisamos ficar atentas.

Porém, que fique claro uma coisa: viajar sozinha ou acompanhada para qualquer lugar do mundo, requer sempre atenção e cuidado. Ouça sempre seus instintos e, dificilmente, terá problemas.

E-Book Viajar Sozinha em Segurança Barra

E-BOOK GRATUITO

VIAJAR SOZINHA EM SEGURANÇA

Mais de 20 dicas para você viajar tranquila e confiante!

Como se locomover

O Metrô de Santiago é super eficiente e o melhor meio para se locomover na cidade. Conta com 5 linhas, mais de 100 estações e você chegará tranquilamente aos principais pontos turísticos, evitando o trânsito intenso da cidade. >> Baixar Mapa do Metrô

Viajar Sozinha para Santiago: Metrô de Santiago arte, literatura e expressões da cultura urbana | Viajante SoloA Tarjeta bip é o meio oficial de pagamento do transporte público em Santiago, válida para o metrô e também para o ônibus.

Leia também:

>> Metrô de Santiago do Chile: tudo o que você precisa saber

>> Tarjeta BIP: seu passe de transporte público em Santiago

Onde ficar

A recomendação da maioria dos blogs de viagem e de pessoas que conheço é ficar hospedada no Bairro da Providência, porém eu adoro descobrir outros locais por conta própria e também buscar lugares mais em conta. Fiquei hospedada em um apartamento no Centro, perto do Metro Bellas Artes e adorei a minha experiência. Leia o Review do Apartamento no link abaixo.

>> Santiago Centro Rent Apart

Banner Booking | Viajante Solo

 

O que fazer

São muitas as atividades para se fazer em Santiago. Abaixo, alguns dos passeios que fiz e recomendo. Na medida em que for terminando de escrever, os links serão acrescentados.

Bate e Volta

Viajar sozinha para Santiago, com certeza, será uma experiência maravilhosa. É uma cidade de muitos contrastes e com muitas atividades para fazer. Tenho certeza que vai acabar faltando tempo na sua viagem, como aconteceu comigo, e será um destino para voltar.

4 COMENTÁRIOS

  1. Estou indo pra Santiago neste final de semana pela segunda vez e planejando meus dias por lá, achei você!rs
    Adorei seu site! Será minha primeira viagem para a gringa sozinha… Boa sorte pra mim! rs

  2. Primeiro: você é muito linda, cara!
    Segundo: Apesar de eu ter feito meus calculos marotos para ficar cinco fucking dias em Santiagueira, diga-me, quanto em média você gastou, incluindo tudo possível? Meu orçamento tá muito apertadinho, por conta das outras viagens que estou planejando.

    Enfim, parabéns pelo projeto, e pelas viagens, adorei!

    • Oi Patricia, tudo bem ? Obrigada pela visitinha 🙂 Fico feliz que tenha gostado das dicas. Agora vc me pegou mesmo, porque esta viagem foi em 2014 e não lembro mais quanto gastei. Mas aluguei apê e saiu bem mais em conta do que hotel, com certeza. Foz tudo de metrô e fui em várias atrações gratuitas. Procure o site Quanto custa viajar que poderá te dar uma ideia, mas lembre-se que lá os preços são um pouco maiores do que se vc comprar lá e diretamente nas agências e sites das atrações. Beijos

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here