7 fatos importante sobre viajar sozinha
Saint-Germain-en-Laye, França

Viajar sozinha tem sido o assunto do momento e fico feliz, porque isso faz com que as pessoas deixem para trás aquelas perguntinhas clichês que normalmente aparecem, quando vamos pegar a estrada em nossa própria companhia. Por outro lado, acho importante usar esse momento para compartilhar com você alguns fatos importantes sobre viajar sozinha, que acabei aprendendo com tantas viagens solo.

Leia também

Como Planejar a primeira viagem sozinha

Medo de viajar sozinha

Desvantagens de Viajar Sozinha

Gosto de deixar tudo bem transparente e, por isso, quero falar sobre algumas questões que devem ser levadas em consideração antes de investir nessa jornada que, para mim, é maravilhosa – mas pode não ser 100% incrível para você. Vamos conhecer o que considero fatos importantes sobre viajar sozinha.

Você vai gastar mais

Basicamente, viajar sozinha significa não ter alguém com quem dividir as contas. Seja na hora de pagar por uma refeição ou fazer a reserva de uma acomodação, todos os gastos sairão exclusivamente do seu bolso.

Apesar de já estarmos no século XXI e o número de mulheres que viajam sozinhas ter crescido avassaladoramente, o mercado turístico ainda não está 100% preparado para atender viajantes solo. Por causa disso, os custos com hotel, pacotes turísticos e passeios acabam sendo mais caros para quem está sozinha do que para quem viaja acompanhada.

Não esqueça de contratar o seguro viagem!  Faça uma cotação nas melhores seguradoras e escolha o plano ideal para você e para o seu estilo de viagem.

Um exemplo disso é o single supplement, uma taxa extra que hotéis e cruzeiros cobram para “suprir” o fato de que apenas uma pessoa vai usar o quarto ou cabine. As justificativas que a indústria do turismo usa é que os quartos / cabines são pensados para duas pessoas e os custos fixos são os mesmos.

Leia também

O que é single supplement e como evitar a cobrança

16 dicas para economizar na sua viagem sozinha

Mas acredite: dá para viajar sozinha sem gastar uma fortuna! O segredo? PLANEJAMENTO! Também há opções de hospedagem, que podem ser mais em conta (ou inclusive de graça, como é o caso do couchsurfing), e de passeios turísticos organizados por empresas que atendem exclusivamente o mercado de viajantes solo. Se você não quer gastar muito mais do que em uma viagem em grupo, recomendo arregaçar as mangas e se jogar na pesquisa.

Você pode se sentir triste

Pare um pouco e pense: quando foi a última vez que você ficou totalmente sozinha? Quanto tempo esse momento durou? Duas horas? Um dia? Um final de semana? Estamos o tempo todo em contato com outras pessoas e, por isso, ficar sozinha acabou tornando-se uma raridade.

Quer ficar conectada o tempo todo durante a sua viagem para pode falar com os amigos e a sua família? Confira os planos e compre um chip com internet. Saia do Brasil conectada!

Em uma viagem sozinha, com certeza vai haver momentos (não precisa ser sempre!) em que você estará apenas em sua própria companhia. Não haverá ninguém para conversar, compartilhar uma situação engraçada, vivenciar as experiências boas ou ruins. Se você não está acostumada a viver essa solitude no seu dia a dia, essa sensação pode ser estranha em um primeiro momento e é bem provável que possa bater uma tristeza, uma melancolia.

Isso é super normal e não há problema algum em se sentir um pouco triste. Geralmente uso esses momentos para refletir sobre como anda a minha vida, meus projetos, o que não tá legal e o que precisa ser mudado. Você pode aproveitar para ler um livro, meditar, fazer uma caminhada, se presentear com um jantar ou um passeio bem diferente. Aproveite esse momento para se conectar consigo mesma, porque é muito bom! Acredite!

A responsabilidade é toda sua

Em uma viagem sozinha, é tudo contigo, o tempo todo. Entenda que o fracasso ou sucesso da viagem como um todo é de sua responsabilidade. Se acontecer algum imprevisto ou surgir algum perrengue, é você a responsável por encontrar uma forma de resolvê-lo. Não dá jogar o pepino para outra pessoa.

Já reservou hotel ou hostel para a sua viagem sozinha ? Encontre o hotel ideial e confira as melhores tarifas com cancelamento gratuito!

Na minha viagem de 3 meses pela Europa – que acabei fazendo sem muito planejamento –, escolhi um hotel legal em Cracóvia mas, quando cheguei lá, o quarto não tinha ar condicionado. Um detalhe que não seria tão importante, se não estivesse fazendo um calor de “rachar o coco” na Europa. E, pra completar, meu quarto pegava o sol da tarde e eu já havia pago todas as diárias. Faz o que nessa hora? Põe a culpa em quem?

É habitual que muitas pessoas estejam acostumadas a fazer viagens que foram planejadas e moldadas por outras pessoas ou agências. Quebrar esse padrão de “dependência” é uma das questões mais significativas que envolvem o processo de fazer uma viagem sozinha. E, vamos falar honestamente, isso pode ser algo aparentemente difícil na primeira vez viajando sozinha e organizando tudo por conta própria.

A responsabilidade é sua! Fatos importantes sobre viajar sozinha
Varsóvia, Polônia

Por outro lado, viajar e planejar tudo sozinha também significa que você é responsável por tudo o que dá certo na sua viagem. E isso é maravilhoso! Nada melhor do que se sentir vitoriosa por conseguir se comunicar em outro idioma ou por montar um roteiro de viagem que não poderia ser mais a sua cara.

Leia também >> Slow Travel: o que é, quais as vantagens e desvantagens

Não haverá memória coletiva

Quando se viaja sozinha, abrimos mão de compartilhar momentos com as pessoas do nosso ciclo de convivência. Ninguém vai lembrar daquela história engraçada ou daquele perrengue, já que você estava sozinha nessas situações.

Isso significa que as suas viagens não terão memória coletiva. Pode dizer tchau para aquelas histórias nostálgicas em uma roda de amigos ou num jantar com pessoas queridas, já que todas as suas histórias de viagem serão apenas suas.

Encontre o 

Tem gente, como eu, que acha que isso é OK, que gosta de ter histórias únicas para contar. Outras podem se sentir deslocadas e/ou excluídas. Depende muito do temperamento de cada pessoa. Eu penso que, assim como temos momentos únicos com amigos, maridos, família, etc., podemos ter momentos únicos só com a nossa melhor companhia na vida: nós mesmas.

Estado de alerta constante

Um fato importante sobre viajar sozinha é a questão da segurança. Pra mim ela vem em primeiro lugar. Por estarmos por nossa própria conta e risco, precisamos ficar sempre em estado de alerta.

Logo, isso significa que talvez você não possa relaxar totalmente durante viagem e vai precisar ficar atenta ao que está rolando a sua volta. Você terá que tomar cuidado com as pessoas ao seu redor, aos caminhos e passeios que escolhe fazer e vai ter que ouvir muito bem a sua intuição.

Leia também

20 dicas de segurança para viajar sozinha

Nem sei se isso é um grande problema para nós, brasileiras, que vivemos em um dos países mais inseguros do planeta. Estar em estado de alerta o tempo todo já é uma constante para nós.

A viagem solo pode não ser maravilhosa

Não é sempre, mas pode acontecer de você não gostar da sua viagem sozinha por vários motivos: não gostou do destino escolhido, o hotel era ruim, pode se sentir estranha por estar fazendo as coisas sozinha, pode não se acostumar com a própria companhia. As variáveis são infinitas!

Viajar Sozinha para a Polônia é seguro?
Cracóvia, Polônia

Viajar sozinha e gostar disso é um processo diferente para cada pessoa. Você vai aprendendo a cada viagem, vai construindo a sua maneira de viajar aos poucos. Não é amor à primeira viagem para todas mulheres (mas pode acontecer também). Afinal, cada pessoa tem uma história, vivências e personalidade diferentes e isso reflete diretamente na sua viagem.

Viajar sozinha não é pra todo mundo

Como disse, viajar sozinha e curtir fazer isso é um processo e, se você não gostou das experiências que você viveu, pode ser que ainda não tenha chegado o seu momento. Ou pode ser que o seu momento não chegue nunca. E está tudo bem.

Não é porque está na moda viajar sozinha que significa que você precisa gostar dessa experiência. Cada pessoa sabe quais são os seus gostos, as suas ressalvas e os seus objetivos de vida – e não gostar de viajar sozinha não é problema algum. Só não concordo com quem diz que não gosta sem ter nem se dado a oportunidade de viver a experiência.

Você pode ser uma mulher maravilhosa, empoderada, FODA, que sabe o que quer, sem precisar gostar de viajar sozinha. Jamais se sinta culpada ou excluída por não querer ou não gostar de viajar sozinha.

Enfim, esses são os fatos importantes sobre viajar sozinha que você precisa saber antes de pegar a estrada! Eles podem ou não acontecer com você e sempre vai depender de como você está “por dentro”. Como tudo na vida, viajar sozinha não é SEMPRE e TODO O TEMPO maravilhoso, mas tenho certeza que você vai tirar de letra esses momentos “estranhos”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Gostei mto da matéria. No meu caso não falo inglês ou outro idioma além português. Vc com a sua experiência o q acha disso ? É possível sobreviver? rs obg

    • Oi Roseli, tudo bem ? Acho que é possível sobreviver sim. Basta pesquisar tudo com detalhes para saber os deslocamentos, hospedagem, etc. O resto dá pra se virar perfeitamente com mímica e muitas gargalhadas. Mesmo falando inglês há lugares que as pessoas não falam e daí temos que nos virar de qualquer forma e sempre dá 🙂 Beijokas

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.