fbpx

Planner Viajante Solo

HomeChileRequisitos para Entrada de Brasileiros no Chile 2022

Requisitos para Entrada de Brasileiros no Chile 2022

Veja quais são os requisitos para entrada de brasileiros no Chile. Confira a lista de documentos necessários para viajar ao país, assim como os requisitos em relação à Covid-19.

Planner Viajante Solo

Se o Chile está em seus sonhos é hora de ficar contente a se manter atualizada, pois o país abriu parcialmente suas fronteiras em Outubro e a partir de 01/12/21 novas regras entram em vigor. Vamos ver quais os requisitos para entrada de Brasileiros no Chile?

É importante lembrar que O Viajante Solo apenas divulga as informações coletadas nos sites oficiais e lembra que você DEVE consultar os sites das representações consulares, assim como o site das companhias aéreas ANTES DA SUA VIAGEM! As regras e requisitos necessários para a entrada de brasileiros no Chile poderão sofrer alterações e nem sempre conseguirei manter o conteúdo atualizado a tempo da sua viagem.

Neste post vou falar apenas sobre as condições e documentos exigidos para a entrada de brasileiros no Chile como turistas. Outros casos especiais ou exceções deverão ser checados nos sites das representações consulares do Chile.

Leia também

Viajar Sozinha para Santiago: dicas para sua viagem

Viña Cousiño Macul: um passeio de bike pelos vinhedos

Tarjeta BIP: passe de transporte em Santiago

Metrô de Santiago do Chile: tudo o que você precisa saber

Fronteiras abertas no Chile, por onde entrar

São 4 os aeroportos habilitados para entrada no país no momento:

  • Aeropuerto Arturo Merino Benítez
  • Aeropuerto Iquique
  • Aeropuerto Antofagasta
  • Aeropuerto Punta Arenas

A partir de 01/12 as fronteiras terrestres também estarão abertas a estrangeiros não residentes no país. As possibilidades são:

  • Chacalluta – Região de Arica e Parinacota
  • Colchane – Região de Tarapacá
  • Pino Hachado – Região de la Araucanía

A partir de Janeiro, será liberada a entrada por

  • Los Libertadores – Valparaíso
  • Cardenal Samoré – Los Lagos
  • Rio don Guilhermo – Magallanes

Requisitos para Entrada Brasileiros no Chile Documentos

Visto

Para a entrada de brasileiros no Chile não há a necessidade de visto, sendo que o período máximo de permanência é de até 90 dias. 

Passaporte

Planner Viajante Solo

O passaporte deverá estar dentro da validade até a data do seu retorno.

Passagens

Tenha em mãos uma cópia impressa da sua passagem de ida e volta ao Chile, além dos detalhes da viagem: datas de ida e volta, horários, empresa de transporte, etc.

Comprovante de Recursos Financeiros

Chamada de Solvencia Economica em espanhol, o turista deverá apresentar documentos que comprovem recursos financeiros suficientes para se manter durante toda a estadia no país.

Por exemplo: extrato do cartão de crédito pré-pago (VTM), comprovação dos limites dos cartões de crédito e extratos, informar a quantia em cash que você está levando, extratos conta corrente, etc.

Comprovante de Hospedagem

Apresentação de um documento que comprove o seu local de hospedagem. Poderá ser a reserva de hotel ou uma carta convite.

Seguro Viagem

Exigido um seguro viagem que cubra quaisquer despesas médicas, cuidados hospitalares causadas pela Covid-19, assim como despesas de repatriamento. A cobertura mínima exigida para despesas de saúde é de US$ 30.000 dólares.

Requisitos para Entrada de Brasileiros no Chile em função da Covid

Atualização em 06/01/2022

De acordo com o Plan Fronteras Protegidas, a entrada de brasileiros no Chile está permitida desde outubro e a partir de 01/12/2021, novas regras, entram em vigor conforme divulgação da SERNATUR – CHILE.

  • Apresentação de exame PCR negativo, realizado com pelo menos 72 horas de antecedência da sua viagem, independente de nacionalidade.
  • Preenchimento da Declaração Jurada de Viajantes (Declaración Jurada de Viajeros), no máximo 48hs antes da viagem. Este formulário será exigido pela companhia aérea e também no Controle Sanitário de Fronteira.
  • Solicitação do Passe de Mobilidade, expedido pelo Ministério da Saúde do Chile. O documento poderá ser solicitado em mevacuno.gob.cl. O governo promete mais agilidade na emissão do Passe nos próximos meses e informa que no momento da solicitação você já receberá o prazo em que a homologação será entregue a você.

Para pessoas com ciclo vacinal completo e que não tiveram as suas vacinas validadas, ou seja, não receberam seu Passe Mobilidade, deverão fazer um teste RT-PCR ou antíigeno na chegada e aguardar em isolamento até que o resultado negativo saia.

Ou seja, assim que você chegar ao país deverá providenciar um teste PCR e até que o resultado saia deverá permanecer em isolamento temporário no endereço declarado no formulário de entrada no país. Pode ser em um hotel ou residência.

Os resultados dos exames saem, em geral, após 1 ou 2 dias. Depois da confirmação negativa, o turista está liberado para viajar pelo país.

Além da quarentena, é necessário cumprir o processo de rastreamento, caso necessário, e que exige o envio de e-mails com um relato sobre seu estado de saúde, a sua localização e durante esse processo poderá ser exigido testes. Esse controle acontecerá durante 14 dias. Você será informado caso tenha necessidade de acompanhamento.

Plano de Fronteiras Protegidas

Vacinas Aprovadas no Chile

O Chile aceita como comprovação de vacinação todas as vacinas aprovadas pelo Instituto de Saúde Pública do Chile, assim como pela Organização Mundial de Saúde, FDA dos Estados Unidos e Agência Europeia de Medicamentos.

Até o momento são as seguintes vacinas:

  • Moderna;
  • Pfizer/BioNTech;
  • Janssen (Johnson&Johnson);
  • Oxford/AstraZeneca,
  • Sinopharm;
  • Sinovac;
  • CanSino;
  • Generium (Sputnik-V).

Sites Oficiais para Informações Atualizadas

Como informado no início desse artigo, é importante que você sempre verifique as informações atualizadas nos sites das embaixadas e consulados oficiais do destino para o qual você está viajando.

Abaixo alguns sites que podem te ajudar na atualização de informações.

Outros países com fronteiras abertas pra brasileiros

Salvo algumas exceções devidamente sinalizadas, todas as viagens e experiências do Viajante Solo são custeadas com recursos próprios da autora. Por isso, se você achou esse conteúdo útil para a sua viagem, poderá contribuir para a manutenção do blog com uma doação de qualquer valor ou ainda adquirir os produtos oferecidos, como o Planner de Viagem ou a Mentoria para Viajar Sozinha. Ficarei muito feliz e grata pelo seu apoio!

Planner Viajante Solo

Planner Viajante Solo

Planner Viajante Solo