Como se comportar na imigração

A imigração é um dos momentos mais temidos pelas pessoas, principalmente, aquelas que estão viajando sozinhas ou as que estão viajando para fora do país pela primeira vez. Bate um medão tremendo de ser barrada em algum país, não é mesmo? Graças a Deus, eu nunca passei por isso e neste artigo quero dar algumas dicas de como se comportar na imigração e também falar sobre as perguntas frequentes.

É claro que em cada país existem regras diferentes, agentes de imigração diferentes, mas, na maioria deles o seu comportamento será o mesmo e as perguntas que farão também.

Como se comportar na imigração

Documentos

Tenha TODOS os documentos exigidos pelo país de destino organizados para serem prontamente entregues na imigração, quando solicitados. Nada de guardar a reserva de hotel num bolso, a passagem em outra bolsa. Seja organizada e tenha tudo à mão.

Quando eu falo TODOS os documentos, estou dizendo todos mesmo! Lembre-se que este momento pode ser o começo do fim da sua viagem. Não adianta, por exemplo, você ter o visto e faltar alguma outra coisa que o agente exija na hora da sua entrevista. Nenhum documento que você apresente garante a sua entrada no país. Quem decide isso é o agente de fronteira e se ele implicar que você não apresentou as informações necessárias ou – exagerando – ele não gostar da sua cor de cabelo, você não entra e fim. Não tem choro nem vela.

Você deve checar diretamente nos Consulados ou Embaixadas, quais os documentos exigidos para entrada no país de destino. Os documentos básicos solicitados na maioria dos países são: passaporte (RG nos países integrantes do Mercosul), comprovante de hospedagem (reservas de hotéis ou carta convite), passagens de ida e volta, comprovantes financeiros para se manter durante (cartões de crédito ou dinheiro em cash), comprovação de seguro viagem, Certificado Internacional de Vacinação e, em alguns casos, comprovante de trabalho no Brasil (pode ser um contra-cheque, um cartão de visitas, etc). Você pode começar a sua pesquisa no Portal Consular do Min Relações Exteriores.

Veja os Documentos exigidos para entrar na Europa

Na fila da imigração

Sei que você está super alegre e animada por ter chegado ao seu destino, depois de horas apertada no avião, mas não precisa falar e rir alto (nós, brasileiros somos assim mesmo) com seus novos amigos de voo, tirar milhões de fotos e nem ficar falando no celular (normalmente proibido).

Espero, sinceramente, que você tenha dado uma ajeitadinha na sua cara amaçada depois de horas de voo ;0). Uma boa apresentação é sempre um ponto positivo em qualquer situação. Não estou dizendo para você se vestir formalmente, apenas que esteja apresentável e suficientemente acordada.

É muito importante que você mantenha a calma e a fila é um ótimo local para você se concentrar. De nada adianta ficar nervosa e as pessoas sentem quando estamos, principalmente as que foram treinadas pra isso. Se você está entrando no país de forma legal, não há motivo para pavor, tente ficar relax. Aguarde atrás da faixa amarela até ser chamada pelo agente da imigração.

Durante a entrevista

Comece com Bom dia / Boa tarde / Boa noite e, de cara, já pode apresentar seu passaporte (ou RG) aberto na página do visto para facilitar o agente ou, caso não seja exigido visto no destino, na página com a sua identificação. Junto com o passaporte, entregue também o formulário de imigração que você preencheu no avião e aguarde o agente falar com você.

Não puxe assunto e nem tente ser super simpática, não vai ajudar em nada. O agente vai fazer as perguntas de praxe: qual o motivo da sua viagem, se é sua primeira vez por lá, quanto tempo ficará, onde irá se hospedar e quanto dinheiro está levando. Podem também perguntar, mas pra mim foram poucas vezes, se você está viajando sozinha. Eu sempre respondi que sim e nunca tive qualquer problema quanto a isso. E está relacionada a minha próxima dica…

Jamais minta sob qualquer hipótese! Tudo que disser poderá ser conferido por meio da solicitação de documentos ou até mesmo no Google (sim, eles tem internet em alguns locais).

Você deve responder as perguntas de forma objetiva e simples, sem mil detalhes, por favor. Quanto mais detalhes, mais perguntas surgirão. Alguns agentes podem repetir as perguntas e podem estar carrancudos. Isso é normal. Não adianta se irritar e, muito menos, reclamar ou fazer cara feia. Responda novamente e de forma tranquila. Mantenha a cara de paisagem, mesmo estando bastante irritada! hahaha

Leia também >> Perguntas Frequentes na Imigração (com respostas)

Se você não fala inglês e nem um pouquinho da língua local é provável que o próprio agente solicite um tradutor. Mas faça um esforço e deixe que ele mesmo peça o tradutor. Claro, que se você sentir que a coisa complicou, você mesma deve solicitar a tradução para evitar maiores problemas ou mal entendidos.

E por fim…

Passadas as perguntinhas e se tudo deu certo – e tenho certeza que dará -, você receberá um lindo carimbo no seu passaporte e estará pronta para pegar a mala e curtir ao máximo sua viagem solo!

Estas foram as minhas dicas de como se comportar na imigração, baseadas em mais de 15 anos viajando por este mundão, sem ter passado por nenhum perrengue até o momento. Espero que continue assim 🙂 Se você tem alguma  outra dica ou alguma experiência para compartilhar, deixe nos comentários. Assim, ajudamos outras viajantes!

24 COMENTÁRIOS

  1. Denise, parabens pelo site! Excelentes informações! Será que consegue me dar uma luz em umas dúvidas?

    Estamos indo eu e meu namorado à Europa em alguns meses. Conexão em Istambul por 22h. Depois de lá para Amsterdã- Paris – Londres e retorno de Londres ao Brasil. 20 dias no total.

    Temos seguro saúde, carta convite pra Londres, reservas no booking para Amsterdã e Paris.

    Dúvidas e receios da imigração.

    1 – As reservas no booking serão pagas no próprio hostel. Pode ser um problema?

    2 – Viajaremos com uma média de 600€ + 600£ em espécie. O cartão de crédito eu sou titular, com bom limite mas meu namorado é meu adicional. Isso seria um problema para ele comprovar renda?

    Valeu por enquanto! Abração

    • Oi Halan, tudo bem? Obrigada! Nenhum problema em relacao a pagar no hostel. Na verdade, eles querem saber se vc tem e onde vai se hospedar e nem sempre perguntam. A imigração que faz mais perguntas é em Londres mesmo, mas pra mim foi bem tranquilo também. Sobre o cartão de crédito tbm nao vejo nenhum problema. Acho que esta tudo Ok. Uma otima viagem! Curta muito! beijos

  2. Oi querida…Adorei o post…
    Ano passado fui aos EUA sozinha…Estava bem documentada com tudo o que poderiam me solicitar. Cheguei em Miami no primeiro vôo…às 5 da manhã e fui a 4 ou 5 da fila a ser atendida pelo agente de imigração. A agente fez as perguntas de sempre, mas quando perguntou com quem eu estava viajando e eu disse SOZINHA…ela encrencou. Me perguntou umas 4 vezes por que eu estava viajando sozinha. Tive que falar…sou solteira e não tenho filhos. Vou visitar uma amiga (apresentei a carta-convite) e então ela foi conferir tudo. No final deu tudo certo….Mas que ela queria encrencar…queria!!!

    • Tânia, tudo bem? Obrigada por compartilhar a sua experiência. Muito bom saber. Eu ainda não tive – ainda bem – nenhuma situação como essa e ficaria bastante irritada com isso. Infelizmente, isso ainda acontece, mas seguimos, né? um dia chegaremos lá! um beijo e obrigafa

  3. Olá boa tarde, adorei as dicas..
    Esse ano faço minha primeira viajem internacional com meu filho de 3 anos para Portugal, a autorização para viajar com um dos genitores está impressa no passaporte dele. Meu esposo não estará conosco, acha que terei problemas na imigração por estar sozinha com meu filho?
    Temos todos os documentos, passaporte, autorização, carta convite, PB4, passagem ida e volta, emails que troquei com uma faculdade de Portugal em que tratamos de uma visita para eu conhecer o Campus pessoalmente, e ainda posso levar meu atestado de matrícula da faculdade aqui do Brasil para comprovar vínculo.

  4. Olá Denise… Amei suas dicas.
    Então, pretendo ir a Portugal visitar minha mãe que mora legalmente lá a alguns anos, no entanto eu vi no site do consulado que entres os documentos que pedem é preciso apresentar vinculo laboral aqui no Brasil, porém sou autônoma e tenho receio que possam me barrar por isso, afinal as passagens não são baratas rsrs. Eu já viajei para o Chile no ano passado e passei por essa experiência da imigração, mas soube que em Portugal é mais complicado principalmente para uma mulher viajando sozinha. Como devo proceder nesse caso, seria muito arriscado ir sem esse comprovante.

    • Karina, Tudo bem? Estou em Portugal neste momento e não tive qualquer pergunta na imigração. Sobre a documentação, se vc não tem a pro labore leve outros documentos que comprovem seu vínculo com o Brasil ou informe-se no consulado qual o documento poderia substituir. Beijos

  5. Oi Denise…vou fazer minha primeira viagem e sozinha para Grécia daqui a dois meses …eu tinha CNPJ como autônoma..so q como nao consegui pagar o DAS e fechei o salao …agora do atendendo a domicílio…isso pode me atrapalhar na questao de documentos exigidos ….vou a passeio e ficar na casa de um amigo ….ainda q ele faça a carta q vou ficar hospedada em sua residência eu ainda precido ter dinheiro na minha conta p provar a eles tambem …ou somente vale o comprovante de quem vai me receber com a carta ?

    • Cynthia, Tudo bem? O mais importante para a imigração é você comprovar ida e volta, local onde vai ficar e financeiramente que voce poderá se sustentar durante a sua estadia. As vezes eles nem pedem para ver quanto dinheiro vc tem. Tbm não vão pedir nada da sua conta bancária. A carta convite ajuda, apesar de não ser um documento oficial em alguns países. Veja no consulado da Grécia a documebtacao necessária e vá tranquila. bjos

    • Olá Ondina, tudo bem ? Como está escrito no post, recomendo uma pesquisa junto aos Consulados para saber quais são os documentos exigidos para entrada no país que você vai visitar. Informei tbm quais são os documentos normalmente solicitados. A carta convite é uma possibilidade – e não há garantia de aceite – para comprovação de hospedagem, quando ficamos na casa das pessoas. A decisão de levar ou não é pessoal. Te desejo uma ótima viagem! beijos

  6. Oi Denise, boa noite!
    Eu viajo sozinha em maio para Nova Iorque, mas lá encontrarei dois amigos. Não tenho a reserva do hotel porque eles que reservaram e ficou com o nome de um deles na reserva. De NY vamos para Orlando e lá ficarei na casa deles (depois vamos a Miami e retorno ao RJ). Não falo inglês, não tenho reservas de hotéis (somente a reserva dos dias em Miami que estão no meu nome) e estou com medo de dizer que vou encontrar com meus amigos e o agente da imigração não gostar. O que posso fazer para não ter problemas na imigração? Meus docs estão OK, fiz o seguro e tenho as passagens de ida e volta.

    • Oi Ravine, tudo bem ? Primeiro de tudo: responda apenas o que for perguntado, não tem necessidade de dar todo o seu roteiro, a não ser que eles perguntem. Ao chegar no guichê entregue passaporte e passagem e aguarde as perguntas. Como você não fala inglês, procure pelo menos aprender palavras básicas para responder as perguntas frequentes (tem um post sobre isso) e, se tiver muita dificuldade, solicite um tradutor. Sobre os documentos, você pode levar a cópia da reserva que está em nome do seu amigo e, caso seja perguntada, explicar que outra pessoa fez a sua reserva. Ponto. Não precisa dizer mais nada, apenas se ele perguntar o porquê. Entende? É sim e não, respostas curtas. Seus amigos são americanos ou brasileiros em situação legal nos EUA? Se sim, pode pedir a eles uma carta convite (tem modelo no blog). Esta carta não é um papel oficial, mas estará em inglês e mostra que vc tem hospedagem nesse período. É melhor do que não ter nada. A principal dica que te dou é: responda com calma e tranquilidade. Você não está devendo nada pra ninguém, está apenas fazendo turismo em outro país. A imigração é soberana e decide o que quiser, mas ter uma postura tranquila e ser confiante nas respostas, ajuda muito 😉 Vai dar tudo certo! Beijos

  7. Boa tarde Denise, tudo bem?!
    Adorei a matéria! Mas estou com uma dúvida, viajo esse mês para o Havai, dessa vez sozinha, minha prima mora lá há 14 anos e será a formatura dela, sou a única da família com disponibilidade de ir essa época do ano. Estou com receio de passar pela imigração, não sei o que dizer ao certo, se vou de férias e ficarei num hotel, ou se digo que ela mora lá e ficarei hospedada na casa dela. Das outras vezes que viajei foi em família, mais fácil pra passar na imigração, mas agora sozinha estou com receio, e essa viagem é de extrema importância pra ela já que lá ela não tem familiares. Se puder me ajudar eu agradeço! Abraços

    • Oi Maria, tudo bem ? Minha recomendação é sempre a verdade. Leve toda a documentação exigida e pode acrescentar uma carta convite da sua prima, se for ficar hospedada com ela e tbm levar o convite da formatura. Apesar dos EUA não entender a carta como documento oficial, mostra onde ficará. No mais é manter a calma, se mostrar segura e responder APENAS o que foi perguntado. Não precisa dar mil detalhes de nada. Boa sorte e vá tranquila! Beijos

  8. Oi, adorei seu post, tenho uma dúvida e queria saber se pode me ajudar.. vou fazer minha primeira viagem internacional e ainda por cima sozinha rsrs meu voo é para o aeroporto de Lisboa, porém depois seguirei para outros destinos na Europa em um total de 2 meses de viagem.. sou MEI, trabalho com venda de roupas femininas na praia, tenho toda a documentação certinha inclusive imposto de renda, também sou estudante universitária e levarei o comprovante de matrícula.. acha que posso ter algum prolema para comprovar vínculo com o Brasil? Também tenho o problema de ser solteira e jovem.. O resto dos documentos estão ok, vou fazer muitos deslocamentos de trem, então comprarei um eurail global pass, é suficiente apresenta-lo ou preciso de reservas em cada um dos trens ?

    • Bruna, tudo bem ? Obrigada 🙂 Olha, na Europa a imigração é bem tranquila, mas é bom você levar todos seus documentos de qualquer forma. Eles são suficientes. Quanto ao Euro Rail você precisa ver as condições do passe que você vai comprar. Lá vai dizer como e o que você deve fazer. beijos

  9. Oi Denise! adorei os comentários, tenho um dúvida talvez você saiba me responder, o meu visto está no passaporte que já venceu mais já tenho um novo apresentando os dois na imigração será que pode ter algum problema, será a minha primeira viagem sozinha espero que isto não seja um problema, bjs

    • Oi Ivana, tudo bem ? É assim mesmo, você viaja com os dois passaportes: o atual e válido, mais o que foi cancelado e que possui o visto válido. Este é o procedimento normal e você não terá nenhum problema 🙂 Boa viagem! beijos

  10. Adorei seus comentários e já pratico alguns deles.
    Nao tem muito tempo que pude começar a viajar e tomei gosto pela coisa. E, hoje o meu objetivo é conhecer o mundo! Nao sei se terei tempo e condições, mas continua sendo meu objetivo. Acho que nao tem nada mais interessante do que conhecer novas culturas e guardar na memoria as coisas lindas e curiosas que existem por ai.
    obrigada, bj

    • Oi Leda, tudo bem ? Que bom que gostou 🙂 Fico contente. Olha, nada melhor que conhecer o mundo, mas nem se prenda a tempo. O mais importante é você curtir com qualidade cada lugarzinho, né? Eu sou praticante da viagem devagar (e nem precisa ser longa, não) e vamos indo até quando der 🙂 Obrigada pela visitinha. Beijão

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.