Viajar Sozinha para Buenos Aires

Viajar sozinha para Buenos Aires poderá ser uma experiência fascinante! A cidade é pulsante e sempre co muitas coisas para fazer. Começar a planejar a viagem nem sempre é fácil e requer bastante pesquisa, principalmente quando estamos viajando sozinhas. Por isso, resolvi reunir aqui algumas informações básicas que você vai precisar saber pra começar o planejamento da sua viagem solo a Buenos Aires. Vamos as dicas?

Como chegar

Avião

Existem várias opções de companhias aéreas e voos diretos do Brasil: Gol, LATAM, Aerolineas Argentinas, Turkish e Emirates são algumas delas, apontadas pelo Skyscanner. Eu usei a Gol por questões de preço e horários e foi tudo bem, dentro do esperado.

A maioria dos voos que saem do Brasil pousam no Aeroporto Internacional de Ezeiza, que fica a mais ou menos 45 min do centro da cidade.

Veja aqui >> Como ir do Aeroporto Ezeiza até o centro da cidade.

 

Carro

Apesar dos caminhos serem longos há quem prefira fazer road trips e alugar um carro, o que te dá uma liberdade incrível. Fiz muito com meus pais quando era criança. Para cálculos apurados, inclusive dizendo litros de gasolina e valores de pedágio, você pode consultar o site Ruta0. Abaixo as infos básicas do Google Maps pra você ter uma ideia de tempo e KM.

Ônibus

Também é possível chegar até lá de ônibus. As companhias Pluma e Crucero del Norte oferecem este trajeto.

Cruzeiros

Existem vários cruzeiros que vão até Buenos Aires. Algumas empresas: MSC e Costa Cruzeiros.

Quando Ir

Você pode ir a Buenos Aires em qualquer época do ano. Vai depender se você gosta mais de frio ou de calor. Tem para os dois gostos. Eu sempre prefiro as temperaturas amenas e fui em Abril e fizeram dias lindos de sol e estava fresco. Muito bom. Para consultar as estações e temperatura / mês, acesse o site Buenos Aires Turismo.

Quanto tempo ficar

Sempre acho difícil de responder esta pergunta, pois depende do seu estilo de viagem, de quanto tem de tempo disponível para isso, se você faz o estilo ver tudo rapidinho ou aproveitar tudo bem devagar, que é o meu caso. Então, vamos a regrinha básica: 4 dias inteiros, no mínimo, sem contar o dia da chegada e da volta. Acho que assim você consegue fazer bastante coisa. Veja meu roteiro mais abaixo.

Visto

Não há necessidade de visto para viajar para a Argentina. Você pode viajar com seu passaporte ou com seu RG, desde que esteja em bom estado e tenha sido expedido há menos de 10 anos.

Consulte no Consulado Geral do Brasil na Argentina as Informações para Turistas Brasileiros.

Seguro Viagem

Não é obrigatório, mas TOTALMENTE recomendado contratar um seguro viagem que contenha assistência médica e repatriação, conforme orientação do Consulado Geral do Brasil.

Para buscar os melhores preços de seguro viagem, ver as melhores seguradoras e encontrar um plano que caiba no seu bolso e atenda as suas necessidades, clique no banner abaixo.

Onde se Hospedar

Os bairros recomendados por todos giram entre Recoleta e Palermo Soho. Eu, particularmente, optei em ficar na Villa Crespo, um bairro residencial, mais alternativo e mais barato, com ótimos restaurantes, pertinho de Palermo Soho e onde ficam muitos Outlets (que nem entrei, diga-se de passagem, pois os preços era tão ou mais altos que no Brasil). Há quem goste de se hospedar no Centro, já que facilita o deslocamento e também por oferecer preços mais em conta, mas, sinceramente, acho tudo muito tumultuado e à noite fica esquisito para perambular.

>> Veja os melhores hotéis na Recoleta
>> Veja os melhores hotéis em Palermo Soho
>> Veja os melhores hotéis na Villa Crespo
>> Veja os melhores hotéis em San Telmo
>> Veja os melhores hotéis no Centro

Dinheiro

peso-argentinoA moeda na Argentina é o peso argentino e não vale muito a pena comprar no Brasil. Se fizer isso, compre apenas o necessário para pagar as pequenas despesas na chegada. Levar reais nem sempre é a melhor opção, já que nossa moeda vem sofrendo uma grande desvalorização. Então, minha recomendação é levar dólar e trocar por lá. Mas faça contas SEMPRE! Um ótimo site para ver as cotações de moeda é o Melhor Câmbio.

Evite trocar seu dinheiro na rua. Isso jamais será seguro, ainda mais viajando sozinha. O blog Aires Buenos fornece uma lista de casas de câmbio onde você poderá fazer isso com mais segurança. Eu troquei algumas vezes no hotel e também com a agência com a qual fiz alguns passeios. A cotação nem sempre será a melhor, mas a segurança sim e ela deve vir em primeiro lugar.

O quanto levar de dinheiro vai depender muito do seu estilo de viagem e, por isso, é difícil  dar esta dica precisamente. Minha sugestão é que você pesquise o valor dos passeios que gostaria de fazer, veja a média de gastos com alimentação nos restaurantes que gostaria de experimentar, veja os valores dos shows de tango e transporte. Desta forma, você terá um cálculo muito mais real. Minha sugestão é um cálculo de R$ 250,00 reais / dia.

Segurança

Em termos gerais, não tive nenhum problema em Buenos Aires e também não me senti insegura. Pequenos golpes são normais na cidade, principalmente, na troca de notas nos táxis. Então, procure ficar atenta na hora de pegar o seu troco.

Saí várias vezes à noite para shows de tango e sempre utilizei táxis de cooperativas e não tive problema algum. Você pode pegá-los na rua mesmo, mas observe o nome e tenha certeza que é de uma cooperativa. Você também poderá usar o Uber.

O lugar em que me senti um pouco vulnerável foi no Caminito. Apesar de sempre estar cheio, com muitas pessoas indo e vindo, é o tipo de lugar que você não pode sair andando a esmo e fazer descobertas de novas ruas e tal. Melhor sempre ficar onde está a multidão 😉

O que fazer

Além dos diversos blogs de viagem que existem falando de Buenos Aires, você pode consultar o Site Oficial de Buenos Aires que vai te dar boas dicas do que fazer e também o calendário de eventos na época da sua viagem.

Leia também >> O que fazer em Buenos Aires com Chuva

 

Roteiro 9 dias Buenos Aires & Arredores

  • 04/04 – Rio / Buenos Aires – Bater perna na Villa Crespo, onde me hospedei.
  • 05/04 – Feira de San Telmo, Almoço Brasserie Petanque, Visita ao Zanjon de Granados, Casa Minima, El Caminito e Fundação Proa.
  • 06/04 – Passeio San Isidro e Tigre
  • 07/04 – Free Walking Tour, Almoço Recoleta, Livraria El Ateneo
  • 08/04 – Museo Del Humor, Porto Madero, Museu Evita e MALBA
  • 09/04 – Bate e volta a Colonia del Sacramento de Barco
  • 10/04 – Bater perna pela cidade sem roteiro, Palermo e a noite show de tango El Querandi
  • 11/04 – Teatro Colon, Almoço Café Tortoni, Casa Rosada, Plaza de Mayo, Catedral Metropolitana de Buenos Aires, Calle Florida, Galerias Pacífico, Ônibus Hop On Hop Off
  • 12/04 – Buenos Aires / Rio de Janeiro

Bate e volta a partir de Buenos Aires

Transporte 

tarjeta-subeDurante a minha viagem, fora do meu normal, peguei muito táxi. Mas se você está com o orçamento apertado, Buenos Aires tem metrô e os ônibus são 24 horas, o que já ajuda bastante para você economizar. Em relação aos táxis, peguei na rua sem muitos problemas, mas é recomendável você escolher os táxis de cooperativas (você vê o nome na luminária dos veículos ou nas portas). Para ter uma ideia de preços de corridas, pode dar uma olhada nesse site Viajo en Taxi.

Para usar o transporte compre a Tarjeta SUBE e seja feliz. Elas servem para o metrô, trens e ônibus e você pode comprar em bancas de jornal e também em máquinas automáticas nas estações de metrô. Ela custa $25 (pesos) e aqui você pode ver os pontos para compra da tarjeta e para carga.

  • Para baixar o mapa do metro em pdf clique aqui.
  • Para ver o mapa da cidade e como chegar aos locais, clique aqui
  • Para ver trajetos e as linhas dos ônibus, cliquei aqui

Energia

220 volts e 50hz e você precisará de um adaptador para seus equipamentos, normalmente encontrados nos hoteis.

tomadas-em-buenos-aires
Acesse todos os posts da viagem Argentina Solo

 

Espero que você tenha gostado das dicas para viajar sozinha para Buenos Aires e que elas te ajudem a planejar a sua viagem solo de forma prática e rápida. Se tiver alguma dica ou dúvida é só deixar nos comentários.

13 COMENTÁRIOS

  1. Legal….gostei das dicas, pretendo passar um final de semana em Buenos Aires em julho e vou sozinho, aprendi muito com as dicas.

  2. Olá!
    Farei minha primeira viagem sozinha no final de outubro, e escolhi Buenos Aires para começar essa aventura.
    Na verdade, ano passado tirei férias sozinha pela primeira vez, e adorei! Mas era na praia, em lugar já bem conhecido e distante só duas horas de casa… por isso, estou considerando a viagem para Buenos Aires a primeira.
    Estou nervosa e ansiosa, pois vou completamente sozinha e porque, apesar de não ser muito longe, é outro país.
    Estou pegando um hotel no centro, para poder ir na maioria dos lugares a pé. Tenho dúvida sobre quanto eu preciso levar em dinheiro para alimentação e transporte?

    Liana S.
    RS, Brasil.

    • Liana, tudo bem ? Sua apreensão é natural, mas assim que chegar por lá passa, ela vai sumir 🙂 Vai adorar a cidade, tem muitas coisas pra fazer e é uma delícia. Fica difícil te dizer o que levar em dinheiro, pois minha ida foi em 2014 e acabei não anotando os valores e também porque isso depende muito de como é seu estilo de viagem (econômico? luxo? vai andar de táxi?). Minha sugestão é que você pesquise os preços dos passeios que deseja fazer, consulte o valor do metrô / táxi, etc e faça as contas baseada no seu estilo de viagem, sempre deixando uma margem para imprevistos. Para uma viagem econômica, andando de transporte público, pode calcular uns 250 reais por dia para alimentação, transporte público e entradas museus. Você também pode consultar o site Quanto custa viajar que pode te dar uma ideia de valores. Espero ter ajudado um pouquinho 🙂 Beijos e obrigada pela visitinha

    • Liana, bom dia! Tudo bem?
      Vou viajar sozinho também, porem em março de 2018. Já pesquisei em diversos sites e blogues, informação nunca é demais. Se puder compartilhar sua experiencia eu agradeço.
      Grande Abraço!

  3. M.Adelaide 02/04/2017.
    Olá, adorei seu roteiro para Buenos Aires. O show de tango, realmente o melhor, em minha opinião é o do El Querandi, depois o Madero Tango. Valeu. Abraços

  4. Oi, Denise! Adorei as dicas, to planejando ir pra Buenos Aires e acho que vou sem companhia mesmo, já vou deixar tudo anotado e conferir os outros posts 🙂

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here