Como tirar o Certificado Internacional de Vacinação CIVP

Atualizado em Fevereiro de 2019

Antes de viajar para o exterior, é importante tomar alguns cuidados com a nossa saúde, inclusive se tratando de vacinação. Manter a vacinação em dia, e tomar todas as vacinas necessárias antes da viagem, protegem tanto você de possíveis doenças, como a população do país para onde você vai viajar. Vamos ver como tirar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia – CIVP, pois ele é o documento que comprova as vacinas que você tomou.

Não esqueça de contratar um seguro viagem, pois é essencial termos uma cobertura em caso de necessitar de cuidados médicos durante a viagem, principalmente, se estivermos viajando sozinhas. Faça uma comparação agora e escolha o melhor plano para a sua viagem.

O que é o Certificado Internacional de Vacinação (CIVP)

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é o documento que mostra todas as suas vacinações, mas toma como base a vacina contra a febre amarela, exigida em alguns países. Porém, essa exigência pode mudar caso seja constatada algum novo tipo de epidemia mundial.

Encontre o para sua passagem aérea

Lembrando que com o surto de Febre Amarela que tivemos recentemente no Brasil, alguns outros países como o Panamá, Nicarágua, Venezuela e Cuba, também começaram a exigir o documento e a vacina contra febre amarela.

Como tirar o Certificado Internacional de Vacinação

1º Tomar a vacina

A primeira coisa a fazer é tomar a vacina. Elas são aplicadas gratuitamente nas unidades de saúde (postos de saúde e hospitais) ou ainda, se preferir, você poderá usar serviços privativos (pagos) cadastrados na Anvisa.

Para tirar o Certificado Internacional de Vacinação, a dose da vacina de febre amarela não poderá ser a fracionada, que vinha sendo dada em muitos locais pelo Brasil por conta do número crescente de pessoas com febre amarela.

Informe no posto que você irá viajar para o exterior e precisa da dose única. Agora no site da Anvisa, diz que você precisa apresentar algum comprovante de viagem. Pode ser a sua passagem aérea.

Leia também >> Como levar medicamentos em viagem internacional

Também é recomendado que a vacina de febre amarela seja tomada com pelo menos 10 dias de antecedência da  viagem,  tempo para que o organismo produza os anticorpos necessários.

Após tomar a vacina, não esqueça de solicitar a carteirinha de vacinação onde conste todos os dados da vacina.

 Cadastro

Você tem duas opções para o atendimento: presencial ou pela internet.

Presencial

No caso do atendimento presencial, é necessário fazer um cadastro no site https://viajante.anvisa.gov.br Vá até a opção “Cadastrar Viajante” e preencha todos os dados exigidos.

Online

Se optar pelo atendimento pela internet terá que fazer um cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal.

Em ambos os cadastros você vai precisar do seu documento de identidade ou passaporte.

 Emitir o CIVP 

O terceiro e último passo é a emissão do seu Certificado Internacional de Vacinação. Mais uma vez, você tem duas opções.

Presencial

Você precisará comparecer pessoalmente, com os documentos listados abaixo, em uma das unidades de saúde credenciadas. A Anvisa recomenda que você entre em contato por telefone com a unidade escolhida para confirmar o horário de atendimento.

  • Cartão Nacional de Vacinação (com data de administração, fabricante e lote da vacina, assinatura do profissional que fez a aplicação, e a unidade de saúde onde foi aplicada a vacina.
  • Identidade original com foto (RG, Passaporte ou CNH)

Leia também >> 6 passos para tirar o passaporte brasileiro

No caso de emissão do CVIP para crianças e/ou adolescentes menores de 18 anos, não é exigido o comparecimento dos mesmos no Centro de Orientação. Os pais ou responsáveis podem fazer essa retirada, apresentando os documentos necessários.

Online

Para emitir o seu CIVP pela web,  basta acessar o Portal de Serviços do Governo Federal.

No campo de busca do portal escreva Certificado Internacional de Vacinação e depois Obter Certificado. Você deverá preencher todos os dados solicitados, inclusive os constantes na Carteira de Vacinação.

De acordo com a Anvisa, o prazo para emissão da primeira via do Certificado é de 5 dias úteis e para emissão da segunda via é de 7 dias úteis.

Qual a validade do CVIP

Se você já tem um CIVP não é necessário solicitar um novo documento, pois ele não tem vencimento. É vitalício.

Em relação a vacina, não é mais necessário tomar a segunda dose da vacina contra febre amarela. Depois de tomar a dose única, ela passa a ter validade por toda a vida, mesmo para os que tomaram a vacina antes da atualização da Resolução.

Alteração ao Regulamento Sanitário Internacional (2005), anexo 7 (febre amarela):

Prazo de proteção fornecida pela vacinação contra a infecção por febre amarela, e validade do certificado de vacinação previsto no RSI, estendido para toda a vida da pessoa vacinada. Febre amarela é a única doença especificada no Regulamento Sanitário Internacional (2005) para a qual os países podem exigir prova de vacinação para os viajantes como condição de entrada, em determinadas circunstâncias, e tomar medidas se um viajante chegar sem o referido certificado.

Fonte: Anvisa e OMS

O meu caso, por exemplo, é o mesmo de quem tomou a vacina antes da atualização e no meu CIVP consta a data de validade da vacina contra a febre amarela.

Apesar de não ser exigido, pretendo tirar a segunda via do Certificado para que apareça ao lado da vacina contra febre amarela, o “vencimento” LIFE (vitalícia), pois vai saber se os agentes de imigração de outros países estão atualizado das mudanças.

Mas de acordo com a Anvisa não há a necessidade de renovação do Certificado. Todos os certificados são vitalícios conforme a Organização Mundial de Saúde.

Confira os planos para comprar um chip com internet 4G ilimitada e ficar conectada durante toda a viagem

Em caso de perda ou extravio do CIVP

Caso você perca ou extravie o seu CIVP, você pode tirar a segunda via pela internet como explicado acima ou presencialmente nas unidades emissoras.

Para quem é alérgico a vacina de febre amarela

Não se preocupe, a Anvisa também emite o certificado para aqueles que não podem tomar a vacina, como:

  • Gestantes
  • Crianças com idade inferior a 9 meses
  • Alérgicos a ovo

Essas pessoas devem apresentar um atestado médico indicando o motivo das mesmas não poderem tomar a vacina.

Baixar Modelo de Pedido de Isenção

Com isso podem obter o certificado, sem problemas.

Leia também >> Como tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID)

Espero que esse artigo tenha ajudado a esclarecer as principais dúvidas sobre o Certificado Internacional de Vacinação – CIVP e, se tiver alguma dúvida poderá entrar em contato com a Central de Atendimento da Anvisa, no telefone 0800 642 9782, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h30.

Encontre o melhor hotel para a sua viagem solo

Viaje Conectada! Chip internacional entregue na sua casa!

Seguro Viagem com desconto!

Vai alugar um carro? Encontre as melhores locadoras e preços!

Reserva de Hospedagem com Desconto no AirBnb

Compre ingressos e Reserve Passeios pelo mundo

3 COMENTÁRIOS

  1. Prezados viajante,

    As informações deste site referente ao 2º passo está muito bem explicado mas nosso atendimento está sendo feito por AGENDAMENTO no posto CVPAF-DF por este mesmo site informado:
    Obs.: preencher apenas 2 campos: Dados do Viajante e Agendamento.

    Informações do procedimento da Anvisa do Distrito Federal e, caso precise entrar em contato conosco, ligue pelo telefone 3364-9220 ou 3364-9228.

    Atenciosamente,
    Gabriel Castro dos Santos Rocha
    gabriel.rocha@anvisa.gov.br

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.