Viajar sozinha para Cesky Krumlov

Viajar sozinha pelo Leste Europeu me proporcionou conhecer culturas bastante diferentes da nossa, ouvi idiomas com os quais eu não tinha qualquer intimidade e isso me fez sair completamente da zona de conforto. Aprendi muitas coisas novas sobre culturas diversas e, principalmente, sobre mim mesma.

Bom, isso não é novidade, afinal, uma das grandes vantagens de viajar sozinha é mergulhar em si mesma e se conhecer cada vez mais. Conhecer facetas e comportamentos diversos que você acaba não percebendo na rotina do seu dia a dia, na sua zona de conforto.

Quem me acompanha sabe que no ano passado – em 2019 -, tirei 3 meses “sabáticos” para viajar sozinha pelo Leste Europeu e outros cantos da Europa. Essa viagem foi sem muito planejamento para poder viajar de forma um pouco diferente do que estava acostumada.

Mas o que quero compartilhar com você hoje é o roteiro sozinha pelo Leste Europeu, com as dicas práticas e que acho que funcionou super bem. Quem sabe, essa viagem solo pode te inspirar a montar o seu roteiro por lá, quando a pandemia de Covid-19 melhorar.

Países e cidades – Roteiro Sozinha pelo Leste Europeu

O destino principal – o que eu tinha mais vontade de conhecer – era a Polônia e resolvi começar por lá, fazendo o inverso do que vi que as pessoas costumam fazer. Depois de definir que começaria por Varsóvia fui encaixando o que estava pelo caminho, terminando na Hungria, que era o segundo país que mais queria conhecer.

Foram 24 dias de viagem, 5 países e 7 cidades. Então ficou assim:

  • Polônia (Varsóvia e Cracóvia);
  • República Tcheca (Praga e Chesky Krumlov);
  • Áustria (Viena);
  • Eslováquia (Bratislava);
  • Hungria (Budapeste).

Viajar Sozinha pelo Leste Europeu – Roteiro

Daqui pra frente você vai encontrar o cronograma da minha viagem com detalhes e informações práticas dos deslocamentos e também de hospedagem. O que ver e fazer em cada cidade vai ficar para outros artigos.

Todos os valores estão em euros e se referem ao mês de Junho de 2019. Consulte os preços atualizados nos sites oficiais para as datas da sua viagem.

Dia 1 – Paris / Varsóvia

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Paris, França

Deslocamento Paris, França / Varsóvia, Polônia

Avião >> Ryanair (67 €), voo com 2h10 de duração. A partida foi do Aeroporto de Beauvais, que fica a 1h de distância do centro de Paris.

A chegada em Varsóvia foi no Aeroporto Warsaw Modlin, distante a 1h do centro da cidade.

Para chegar ao hotel é super simples, pois há um bus que te deixa na frente do Palácio de Cultura e também da estação de trem da cidade, o que te possibilita se deslocar facilmente para qualquer hotel da cidade.

Veja o post abaixo para ver os detalhes.

Leia também:

Como ir de Paris ao Aeroporto de Beauvais (em breve)

Como ir do Aeroporto Modlin para o centro de Varsóvia 

Hospedagem em Varsóvia

O Mamaison Residence foi o melhor hotel deste meu roteiro. Super bem localizado, fica a 200 metros da rua mais linda e charmosa de Varsóvia, a Nowy Swiat. A rua estava florida e encantadora.

O hotel ocupa um prédio do século XIX e possui nota 9.3 no Booking. Meu quarto mais parecia um apartamento com sala e cozinha completa. Fica há duas quadras de um shopping. Amei demais a minha estadia por lá.

Confira os valores Mamaison Residence nas datas da sua viagem

Dia 2 – Varsóvia

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Varsóvia, Polônia

Dia 3 – Varsóvia

Dia 4 – Varsóvia

Dia 5 – Varsóvia / Cracóvia

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Cracóvia, Polônia

Deslocamento Varsóvia / Cracóvia

Trem >> PKP Intercity (30€) com duração de 2h23 partindo da estação Warszawa Centralna e chegando na estação Kraków Główny, em Cracóvia. Viagem super tranquila em trem

Hospedagem em Cracóvia: Corner Hotel

O Corner Hotel é um hotel com infraestrutura moderna e mostra um cuidado maravilhoso com os detalhes, o que torna a experiência muito bacana.

Todos do staff são muito queridos, mesmo sem falar português ou inglês e estão sempre dispostos a te ajudar e se comunicar.

O único problema que tive é que o hotel não possui ar condicionado. Como o sol da tarde batia no meu quarto e me hospedei em junho (2019), quando uma onda de calor invadiu a Europa, confesso que meus dias por lá foram sofridos.

De qualquer forma, o staff foi extremamente gentil e forneceu dois ventiladores. Mesmo assim foi difícil, mas ter uma equipe se importa com você já ameniza, não ? De qualquer forma o quarto era confortável, com cozinha completa e me atendeu super bem.

Confira os valores do Corner hotel nas datas da sua viagem

Dia 6 – Cracóvia

Dia 7 – Cracóvia / Mina de Sal Wieliczka

Dia 8 – Cracóvia / Auschwitz

Fiz com uma agência que pegava no hotel. Não vou indicá-la porque não gostei dos serviços. Se eu voltasse novamente iria por conta própria, porém há de se levar em conta que depois do passeio você vai estar cansada física e emocionalmente e é muito bom ter um carro te esperando pra te levar para o hotel. Avalie qual será a melhor opção para você.

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Auschwitz, Polônia

Dia 9 – Cracóvia

Dia 10 – Cracóvia / Praga

Deslocamento Cracóvia, Polônia / Praga, República Tcheca

Trem >> PKP Intercity (80€) com duração de 7h17, mas que foi o maior perrengue e acabou levando 12 horas pra chegar!! Você pode ver como foi o perrengue no link abaixo:

Stories >> Perrengue no Trem de Cracóvia para Praga

Este trecho não foi possível comprar online, somente na Estação Ferroviária em Cracóvia. O porquê não sei dizer, mas acredito que por ser um trecho internacional.

O atendimento foi em inglês e foi tudo bem tranquilo pra comprar. É possível fazer o pagamento em dinheiro ou cartão de crédito. O trem parte da estação Kraków Główny e chega na estação Praha Praha Hlavní Nádraží (Praha HL N)

Hospedagem em Praga: Palac U Kocku

A localização do Palac U Kocku é imbatível. Fica a poucos passos do Relógio Astronômico, ou seja, você está no meio do Centro Histórico, rodeada de bares e restaurantes e muito movimento. Muito movimento mesmo. Então, se você procura silêncio e calmaria este não é o hotel pra você.

Por ter esta localização super privilegiada, os preços são mais altos. Peguei um quarto mais em conta e ficava nos fundos do casarão, portanto ainda não reformado e sem elevador. Mas estava no terceiro andar e foi tranquilo.

Há quartos que são atendidos por elevador e o café da manhã era divino!

Confira os valores do Palac U Kocku nas datas da sua viagem

Dia 11 – Praga

Dia 12 – Praga

Dia 13 – Praga

Dia 14 – Praga / Český Krumlov

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Cesky Krumlov, República Tcheca

Deslocamento

Ônibus >> Regioget (7,20 €) com duração de 3 horas. Partida da estação Na Knížecí e chegada no ponto de bus Špičák. Esta estção de bus era mais próxima do meu hotel e fui a pé rapidinho. Você também pode descer na rodoviária e, no caso, a sigla na passagem será AN.

Leia também

Como é viajar com a Regioget

Como chegar em Český Krumlov a partir de Praga

Hospedagem em Cesky Krumlov: Hotel Latran

O Hotel Latran foi uma escolha super acertada tanto pelo conforto, quanto pela localização. Se você, como eu vai chegar de ônibus, ele fica a 150 metros do ponto Špičák e você pode ir andando tranquilamente. Outra facilidade é que fica a 500 metros do Castelo de Cesky, principal atração da linda cidade.

Confira os valores do Latran nas datas da sua viagem

Dia 15 – Český Krumlov

Dia 16 – Český Krumlov / Viena

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Viena, Áustria

Deslocamento

Shuttle >> CK Shuttle (34€) com 3 horas de duração. Saída do hotel e chegada na estação Vienna Westbahnhof, que não é a estação central de trem de Viena, mas que era bem próxima do meu hotel e pude ir a pé.

Hospedagem em Viena: Ruby Marie Hotel

O Ruby Marie Hotel Vienna é um hotel 4 estrelas, localizado no coração de Neubau, distrito 7, que é considerado o bairro das artes. O hotel é excelente e superou todas as minhas expectativas em termos de experiência, modernidade e localização.

Leia a minha experiência no Ruby Marie

Confira os valores do Ruby Marie Vienna nas datas da sua viagem

Dia 17 – Viena

Dia 18 – Viena

Dia 19 – Viena / Bratislava (bate e volta)

Viajando Sozinha pelo Leste Europeu Bratislava, Eslováquia

Deslocamento

Dia 20 – Viena / Budapeste

Deslocamento

Trem >> OBB (27€) com duração de 3h7, saindo da estação central de trem de Viena, Wien Hauptbahnhof, chegando na estação Budapest-Keleti.  

Hospedagem em Budapeste: Danubius Erzsébet City Center

Quando cheguei ao Danubius Hotel Erzsébet City Center tive um probleminha com o barulho do ar condicionado e dormi super mal a primeira noite. Depois de me estressar um pouco, eles acabaram me trocando de quarto e ficou tudo bem.

O melhor desse hotel é, sem dúvida, a localização. Tem vários bares e restaurantes por perto, metrô (Estação Ferenciek tere) a 200 metros e fica a duas quadras da Vaci utca, rua onde passa o bus hop on hop off e é conhecida como a rua de compras.

Confira os valores do Danubius Hotel Erzsébet nas datas da sua viagem

Dia 21 – Budapeste

Roteiro Leste Europeu Viajando Sozinha Budapeste, Hungria
Viajando Sozinha pelo Leste EuropeuViajando Sozinha pelo Leste Europeu

Dia 22 – Budapeste

Dia 23 – Budapeste

Dia 24 – Budapeste / Paris

Deslocamento

Avião >> Easy Jet (116 €), voo com duração de 2h23, saindo do Aeroporto de Budapeste e chegando no Aeroporto Charles de Gaule (Terminal 2D), em Paris.

O que eu mudaria no roteiro

Não que eu tenha me arrependido de alguma coisa nesse roteiro, mas depois que vivenciamos as cidades, sempre temos as preferidas, não é mesmo ?

Bom, se eu tivesse menos tempo para esta viagem, cortaria um dia em Viena e um dia em Cracóvia. Se eu tivesse mais tempo, ficaria mais em Varsóvia e em Budapeste ou aproveitaria para conhecer mais cidades na Polônia.

Leia também

Viajar Sozinha para a Polônia

Bom, espero que as informações práticas do roteiro te ajude a montar o seu. Em breve, novos posts com detalhamento das atrações e passeios.

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.