fbpx

Guia Viajar Sozinha em Segurança

HomeViajar SozinhaErros ao viajar sozinha, o que evitar

Erros ao viajar sozinha, o que evitar

Todo mundo quer viajar sozinha e ter uma experiência segura! Confira alguns erros ao viajar sozinha que podem te expor a riscos desnecessários e estragar a sua viagem! Você vai tirar isso de letra!

Planner Viajante Solo

JÁ ESTÁ ME SEGUINDO NO INSTAGRAM? BORA VOAR!

28,3k Seguidores
Seguir

Quando viajamos – e até mesmo andamos em nossa cidade – sozinhas, estamos mais expostas, infelizmente. Que lindo seria se pudéssemos ir e vir a hora que nos fosse conveniente. Que perfeição seria, ninguém te olhar torto, porque você está sozinha em uma bar à noite, tomando a sua cerveja tranquilamente. Infelizmente, ainda temos muita luta pela frente. Então, aqui vão algumas coisas que podemos considerar como erros ao viajar sozinha.

Bom, enquanto a gente luta pra um mundo mais justo com as mulheres, opto em viajar sozinha de qualquer jeito. E se para isso eu tiver que evitar algumas coisas, farei. Simplesmente pelo fato de que quero viajar, quero conhecer outros lugares e porque, simplesmente, não posso mudar o mundo só gritando os meus direitos. Isso não vai me livrar da violência que existe com as mulheres.

E quando viajamos sozinhas, somos só nós a prestar a atenção em muitos detalhes e, por vezes, podemos descuidar de algumas coisas importantes.

Por isso, vou listar aqui o que considero erros ao viajar sozinha na nossa realidade atual.

Viajar sozinha sem pesquisar sobre o destino

8 erros ao viajar sozinha Não Pesquisar sobre o Destino

Não saber nada sobre o país, cidade ou ponto turístico que você está indo é muito excitante para algumas pessoas, pois sentem-se mais abertas para serem surpreendidas pelo local, por novas experiências e tal. E tudo bem, cada um faz da sua viagem a experiência que quiser.

Mas recomendo fortemente pra quem está viajando sozinha pela primeira vez que pesquise sobre o destino, não só em blogs de viagens, mas também em notícias locais para ver o que anda acontecendo no país, cidade, etc. Isso vai te ajudar a se sentir mais segura.

Leia também

Como planejar a primeira viagem sozinha

Te dou um exemplo: em Paris, existe um golpe muito conhecido que, enquanto você está caminhando na rua em locais turísticos, alguém deixa cair um anel bem dourado perto de você. Depois ele te mostra o anel dizendo que está devolvendo e conta uma historinha triste pra você dar uma grana e tal.

Planner Viajante Solo

Pois bem, eu havia lido sobre isso e estava caminhando com um amigo e fomos “vítimas” deste golpe. Veja bem, meu amigo mora em Paris e caiu no golpe. Eu já havia lido sobre e acabamos nos livrando do cara rapidinho. O golpe é tão bem feito que, se você está sozinha, distraída e nunca ouviu falar é bem provável que caia.

Viajar sozinha e não seguir os costumes locais

Claro que seria maravilhoso se pudéssemos nos vestir e nos comportar exatamente como queremos e nos sentimos bem em qualquer lugar do mundo. Mas, infelizmente, a realidade não é esta.

Existem alguns códigos e regras que devemos seguir, quando vamos a determinados destinos. O que pode ser um comportamento muito normal no Brasil, pode não ser em outra cultura.

Por exemplo, se vestir de forma casual e de acordo com os costumes locais do destino, não só mostra respeito, mas pode te livrar de muita atenção indesejada.

Eu não me sinto tolhida da minha liberdade, se em uma mesquita preciso cobrir os ombros e a cabeça. Posso não concordar com a regra ou com o costume, mas posso respeitar. E, se isso ofendesse os meus valores, simplesmente não escolheria esse tipo de destino.

Se sentir segura porque está fora do Brasil

Temos a mania de achar que, se estamos na Europa, por exemplo, estamos super seguras, porque os países são desenvolvidos e muito melhores que o Brasil.

Ou achar que, porque moramos no Brasil e estamos acostumados com isso – como eu que moro no Rio – estar fora daqui é fichinha pra lidarmos com situações esquisitas. Até facilita muito, porque querendo ou não, gostando ou não, acabamos aprendendo a nos adaptar a estas coisas e a agir quase que mecanicamente em algumas situações. Mas isso não quer dizer que não temos que ficar atentas às coisas que acontecem ao nosso redor.

Leia também

Destinos seguros para viajar sozinha: como saber?

De maneira alguma quero dizer que você precisa ficar paranoicas e sentir medo de tudo e de todos. Mas não ache que não há batedores de carteira, golpinhos, assaltos em qualquer lugar do mundo!

Em alguns os índices são maiores e em outros menores, mas EXISTEM! O mesmo cuidado que você tem na sua cidade, tenha em qualquer lugar que esteja visitando.

Viajar sozinha e escolher o hotel mais barato e longe

Pagar mais barato e ficar super afastada dos pontos que você escolheu visitar é besteira, na minha opinião. Não faria isso nem acompanhada, simplesmente pelo fato de que você vai gastar mais tempo e dinheiro indo e vindo e ainda pode se expor na hora de voltar pro hotel sozinha.

Já reservou hotel para sua próxima viagem? Confira as melhores tarifas para sua estadia

Prefiro gastar um pouco mais e reservar hospedagem próxima dos locais que quero visitar e em áreas movimentadas à noite, porque gosto de ver movimento e me sinto mais confortável desta maneira. Se resolver esticar o meu dia e voltar mais tarde, não me sentirei insegura. Muito melhor gastar um pouquinho a mais e ter esta tranquilidade!

Não trancar suas coisas na hospedagem

Na maioria das vezes os hoteis são seguros, mas olha o que me aconteceu em Amsterdam: a camareira limpou meu quarto e a porta não fechou direito quando ela saiu. Meu quarto ficou o dia todo com a porta aberta, pois só voltei à noite.

Tudo bem que poderia ter roubado a mala com tudo, mas seria mais difícil sair com ela pelo hotel. Se as minhas coisas não estivessem trancadas e algumas no cofre ficaria fácil de alguém levar alguma coisa.

Uma amiga passou um perrengue muito maior em um hotel: entraram no quarto dela enquanto dormia com a filha e levaram os dois passaportes que estava sobre a mesa. Inacreditável, não? Pois é. Na dúvida tranque tudo!

Confiar cegamente nos novos amigos

Eu sou bastante extrovertida e sempre foi muito fácil fazer novas amizades durante as viagens. Isso acontece direto quando estamos viajando sozinhas e é maravilhoso.

Fazer novos amigos viajando sozinha é normal e saudável, afinal existem muitas pessoas bacanas ao longo do caminho que vão enriquecer a sua experiência. Mas isso não quer dizer que você tenha que contar toda a sua vida para um novo amigo (a) e nem dividir todos os seus planos de viagem, sua hospedagem, quanto dinheiro você tem, etc.

Não precisamos desta intimidade toda quando acabamos de conhecer novos amigos na estrada. E se alguém te perguntar algo que você não quer responder, devolva a pergunta assim: por que você está me perguntando isso? Isso quebra totalmente a pessoa.

Não se preocupe em ser julgado por isso. Sua segurança vem em primeiro lugar!

Leia também

Como fazer amigos viajando sozinha

Viajar sozinha e desbravar lugares ermos

Conheço várias mulheres que não se intimidam com lugares escuros e vazios e se sentem poderosas, pois é mega blaster super normal conhecer lugares diferentes e, afinal, elas são corajosas, mulheres independentes e a vida está aí pra ser vivida!

Pois bem: querem me chamar de cagona? Vão em frente! rs rs Eu arrumei outra palavrinha que me agrada mais: precavida. Pode ser que eu deixe de visitar alguma coisa diferente e legal? Sim, mas estou bem resolvida com isso e prefiro não dar chance pro azar. Talvez seja por isso que eu não tenha histórias tristes, escabrosas e muitos perrengues pra contar. Prefiro assim e você?

Fazer trilha sozinha

Se você não tem experiência em trilha, minha recomendação é que você não se aventure sozinha. Para não deixar de fazer os passeios, você pode buscar por agências que fazem grupos, assim os riscos serão bem menores.

Aqui não estou pensando apenas em violência, mas sim em acontecer de você se machucar, torcer um pé, se perder e não ter como pedir ajuda.

Viajar sozinha sem uma reserva de emergência

Um dos erros ao viajar sozinha é não ter uma reserva de dinheiro para emergência. Já pensou ser assaltada e ficar sem dindin? Sempre recomendo levar um cartão de crédito que você possa deixar na sua hospedagem escondido pro caso de precisar em alguma situação inesperada.

Viajar sozinha e beber além da conta

8 erros ao viajar sozinha: Beber além da Conta | Viajante Solo

Conheceu um monte de gente bacana no hostel ou na tour que acabou de fazer? Resolveram ir para um bar bater papo? Ou você resolveu ir a um bar sozinha? Experimentar um drink novo daquele lugar? Problema nenhum! Faz parte e é muito divertido! Eu amo!

Mas você não precisa beber além da conta, né? Simplesmente, porque quando passamos o nosso limite – e cada um tem o seu -, perdemos nossos instintos, ficamos menos perceptivas e acabamos não vendo exatamente o que está acontecendo a nossa volta. Simples assim! Os resultados? Você pode perder dinheiro, passaporte ou ainda se colocar em risco por besteira.

Se empolgar com a culinária local

Um dos erros ao viajar sozinha é se empolgar e querer experimentar a gastronomia local sem atentar se nosso organismo está preparado pra “orgia”!

A última coisa que queremos é ficar doentes viajando sozinhas, não é mesmo? E muitas vezes, dependendo do ritmo de nossa viagem e dos nossos destinos, nosso corpo estará mais cansado e mais vulnerável.

Então, é importante saber o que estamos comendo e bebendo e de onde vem isso. Nem sempre dá para provar tudo que a gente vê pela frente. Conheça seu corpo e o que pode não cair muito bem.

Pensando em alugar um carro? Compare os melhores preços em mais de 100 locadoras

Tenho uma amiga do Sri Lanka que veio para o Brasil e foi com amigos para Búzios. Ela é super viajada, já esteve no Brasil outra vez e tomou caipirinha numa boa. Lá em Búzios, o grupo parou para beber uma caipirinha na rua. Só que o gelo não era filtrado e ela ficou 2 dias doente por causa disso e perdemos nosso tempo juntas.

Outras pessoas do grupo, não passaram mal. Para você ver que cada corpo reage diferentemente. Um simples descuido em relação a água, ocasionou dois dias perdidos, gastos com hospedagem e farmácia.

Essa história me leva a falar de mais um dos erros ao viajar sozinha que você deve ficar atenta.

Viajar sozinha sem contratar um seguro viagem

Por essa e por outras, que acho imprescindível que a gente tenha um seguro viagem, principalmente quando estamos viajando sozinhas. O custo é baixo, se levarmos em conta os valores que vamos pagar em um hospital particular em um destino que não conhecemos e, principalmente, fora do Brasil. Você pode voltar lisinha nesse caso. Já pensou?

Se você não entende muito bem como funciona o seguro viagem, poderá ler também dois artigos onde explico em detalhes tudo o que você precisa saber para escolher e contratar o melhor plano pra você.

Acho que ser paranoica não ajuda em nada. Eu mesma não sou! São apenas pequenas coisas que podemos considerar erros ao viajar sozinha e podem estragar a viagem dos sonhos. Será que vale a pena?

Salvo algumas exceções devidamente sinalizadas, todas as viagens e experiências do Viajante Solo são custeadas com recursos próprios da autora, Denise Tonin. Por isso, se você achou esse conteúdo útil para a sua viagem, poderá adquirir os produtos oferecidos, como o Planner de Viagem, o Guia Viajar Sozinha em Segurança ou a Mentoria para Viajar Sozinha. Ficarei muito feliz e grata pelo seu apoio!

Guia Viajar Sozinha em Segurança

Planner Viajante Solo

Planner Viajante Solo

10 COMENTÁRIOS

  1. Nossa, adorei conhecer seu site! Amo viajar sozinha, apesar de sempre ter companhia querendo vir junto – que também adoro. Pra te contar, não imaginaria que o golpe do anel fosse verdadeiramente um golpe. Em março, em Paris,caminhando com minha prima às margens do Sena, lugar meio vazio pra hora, um sujeito fez exatamente isso. Ela ia abaixar pra pegar, mas segurei seu braço a tempo. Ela não entendeu e eu só disse: “acelera! Isso é golpe!” Cara bem apessoada, jovem mas, como boa carioca, desconfio da sombra! Tanto que, em Lisboa ela tropeçou – estávamos de braços dados – eu achei que era assalto, alguém empurrando!!! Gato escaldado…rsss Mas parabéns, amei seu site! Um dia viajaremos juntas!!! Beijos

    • Oi Leila, tudo bem ? Que bom que gostou! Pois é, já somos escaldadas, né? Também moro no Rio e daí já viu! Desconfio de tudo e todos! kkkkkkkkkk Difícil pegarem a gente! Um grande beijo e obrigada pela visitinha! <3

  2. Olá, Denise! Adorei as dicas.
    Estou planejando minha primeira viagem sozinha e pesquisando muito sobre.
    Confesso que estou morrendo de medo..rsrs mas vou criar coragem. Com certeza seus posts estão me ajudando muito. Obrigada

    • Oi Cinthia, tudo bem ? Que bom que estão ajudando. Vai dar tudo certo, não se preocupe. Você vai ver que logo que começar a viagem o medo vai sumir! hehe beijos e depois me conta como foi 🙂

  3. Acabei de conhecer seu site e adorei! Parabéns! Adoro viajar sozinha! Tenho 64 anos e viajo sozinha mesmo! Até hoje digo que não existe coisa melhor! Incentivo todo mundo a experimentar! Continue incentivando as pessoas a terem coragem Denise!

    • Oi Eliana, tudo bem ? Opaaaaaaaaaa adorei saber! Fico sempre contente quando encontro mulheres que já viajam sozinhas e adoram, assim elas me ajudam e eu me sinto menos louca!! hahaha Obrigada pelo seu comentário 🙂 Me dá incentivo para seguir! beijão

  4. Oi, Denise!
    Pra não perder o passaporte/ ser furtada, eu tirei uma cópia do meu – aquela parte da foto e dados pessoais, mandei plastificar e deixo o original no hotel!
    Fui comissão de voo nos últimos 5 anos e conheci mais de 20 cidades/países do mundo, sempre viajando sozinha!
    Muito legal teu blog e tuas dicas!
    Um beijo!

DEIXE UM COMENTÁRIO!

Please enter your comment!
Insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.