fbpx

Guia Viajar Sozinha em Segurança

HomeViajar SozinhaPra viajar sozinha não precisa...

Pra viajar sozinha não precisa…

Quando falamos sobre viajar sozinha aparecem várias certezas e alguns requisitos que a pessoa deve ter. Mas a maioria deles vem de especulação e desconhecimento sobre assunto. Veja o que tenho pra te dizer depois de conhecer mais de 20 países sozinha.

Guia Viajar Sozinha em Segurança

Todos os dias recebo muitas mensagens de mulheres no WhatsApp que me contam seus maiores desafios na hora de viajar sozinha. E percebo que há muitas questões envolvidas e que muitas afirmações que elas fazem nem são reais. Por isso, quis trazer aqui os pontos mais comuns e dizer que pra viajar sozinha não precisa de nada disso!

Pra viajar Sozinha não precisa ser milionária

Muitas pessoas acham que pra viajar sozinha tem que ter muito dinheiro. Está correto afirmar que viagens não são acessíveis pra todas as pessoas, apenas pra um grupo de privilegiados.

Mas também há muita especulação de que precisa muito dinheiro pra fazer isso. E nem sempre, porque você pode fazer escolhas na hora de viajar que podem deixar essa experiência dentro do seu orçamento. Ainda mais quando você viaja sozinha e não precisa negociar com ninguém. Você pode tomar as suas próprias decisões e elas podem ser com o objetivo de baratear as experiências.

Vou te mostrar alguns exemplos:

  • Se hospedar em hostel ou usar o couchsurfing. Aqui você economiza muito, pois é o item mais caro de uma viagem solo.
  • Se você é como eu e não gosta de compartilhar o quarto e a sua intimidade poderá alugar um apartamento que, geralmente, é mais em conta do que ficar em hotel ou pousadas.
  • Mas, se você não tem a grana pra pagar a hospedagem, que tal trabalhar em troca da hospedagem? Isso é possivel.
  • Você também pode se hospedar cuidando da casa de alguém. Isso se chama House Sitting. São pessoas que saem de férias ou viajam por um longo período e precisam de pessoas de confiança pra cuidar das plantas ou até de um cachorrinho ou gatinho de estimação.

Veja nesse artigo mais algumas maneiras de economizar nas viagens sozinha

Pra viajar sozinha não precisa viajar pro exterior

Para viajar sozinha não precisa sair do Brasil e ir pro outro lado do mundo. Dá pra viajar pertinho de casa, no seu estado ou até mesmo criar passeios sozinha na própria cidade. O que vale aqui é começar a curtir a sua própria companhia e começar a entender o que é a solitude, bem diferente do que sentir solidão.

Veja as viagens que fiz pela Serra Gaúcha

Desde que me mudei pro Rio Grande do Sul no meio da pandemia comecei a reparar na quantidade de lugares exuberantes pra conhecer no meu Estado. Só pegar um ônibus e ir. Mais perto, mais fácil e mais barato. A gente precisa ter esse olhar pro que está ao nosso redor. E a pandemia nos trouxe essa capacidade, quando nos deixou trancadas em casa por longos meses, sem nem mesmo botar o pé pra fora de casa.

Gramado, Lago negro
Gramado Sozinha, Lago Negro, Serra Gaúcha

O que vale mesmo é mudar de ambiente, se afastar temporariamente dos seus vínculos emocionais (amigos, família, relacionamentos, trabalho, etc) para trás para se conectar consigo mesma.

Sair e conseguir se desligar completamente da rotina é maravilhoso e proporciona momentos incríveis de conexão consigo mesma. Você aproveita esse momento temporário pra se conhecer melhor e, se assim desejar, outras pessoas também.

⁣Pra viajar sozinha não precisa ser jovem

Eu ouço muito frequentemente o seguinte: “não tenho mais idade pra viajar por aí sozinha”.

Bom, pra viajar sozinha não precisa ser jovem. Essa coisa de dizer e achar que só jovens merecem essas experiências maravilhosas é uma besteira sem fim! Sabe por que? Eu já passei dos 50 e continuo tendo muito prazer em viajar e conhecer lugares, culturas e pessoas diferentes. Eu sinto da mesma maneira que quando tinha 20 e poucos.

Talvez até eu aproveite muito mais do que antes, por conta de estar mais madura e dar mais valor a muito momentos.

⁣Então, o que te digo é que dá para viajar sozinha com qualquer idade. O que acho que muda são duas coisas: a infraestrutura e a maneira de viajar.

Hoje em dia viajo mais devagar, escolho hospedagens e passeios diferentes de quando eu tinha 20 e poucos anos. Ou 30. Não importa, porque isso é reflexo das nossas mudanças em tudo ao longo da vida. E ainda bem que mudamos, né? Se não que tédio seria!

Sempre falo que quando viajamos mais velhas, o que precisamos mudar é apenas a infraestrutura. Precisamos olhar quais são as nossas prioridades nesse momento de vida. Por exemplo: eu preso por boas hospedagens pra que eu renove as energias e consiga aproveitar mais a viagem. Hoje viajo mais lentamente do que antes. Gosto de ficar mais tempo em cada lugar pra me conectar com pessoas e com a cultura em si. Essas são as minhas prioridades depois da pandemia e dos 50 anos.

Pare e pense: quais são as coisas mais importantes pra você hoje em dia? Não é tão difícil assim, vai!

E a coisa mais importante que quer dizer aqui é: sabe aquele sentimento que faz o coração pular e bater mais forte quando a gente vê algo bonito ou que surpreende? Ele continua dentro da gente! ⁣Até o fim!

⁣Pra viajar sozinha não precisa esperar por algo acontecer

Outra coisa que ouço muito é: “quando eu… vou viajar pelo mundo”. Muitas pessoas esperam coisas acontecerem pra que ela coloque um sonho ou plano pra andar.

Olha os exemplos e vê se você já não pensou assim também:

  • …me aposentar
  • …meu filho (a) crescer
  • …terminar a faculdade
  • …juntar X de dinheiro
  • …criar coragem

Entendo que, ás vezes, pode “faltar” alguma coisa qualquer. Mas também não adianta ficar de braços cruzados esperando que ela aconteça. Há ações que você pode tomar em direção a aquilo que você pensa em fazer.

Sabe por que? A gente nem sabe se vai estar por aqui quando essa coisa que estamos aguardando acontecer. Papo macabro, né? Mas é a mais pra verdade. O que temos é o AGORA / HOJE. O passado já aconteceu, o futuro é só uma projeção e nem sempre acontece como queremos ou planejamos.

Reflita sobre isso!

SE NÃO EU, QUEM? SE NÃO AGORA, QUANDO? SE NÃO AQUI, ONDE?

Talmud, rabino Hilel, o ancião

Pra viajar sozinha não precisa estar solteira

Pra viajar sozinha não precisa estar solteira, apesar de que facilita muito as coisas. Você pode decidir, bater a porta e ir. M

Mas viajar sozinha está longe de ser algo SÓ para as mulheres que estão fora de um relacionamento. Nada disso!⁣

⁣Mulher casada ou em relacionamento também viaja sozinha. E isso faz muito bem para ela e também para o relacionamento.

Quando a gente sai um pouco da nossa rotina, renovamos a energia, a saudade, nos reconectamos com nós mesmas e voltamos melhores. Mais íntegras com nossos sentimentos, mais conectadas com nós mesmas. E não tem como isso não beneficiar um relacionamento.

Outra coisa muito importante: o parceirX não precisa “deixar” você viajar sozinha, viu?

Se você tem esse tipo de problema no seu relacionamento, não tem a liberdade de se afastar pra ter um tempo só teu, tá na hora de ter uma boa conversa.

Você precisa esclarecer esses pontos com a pessoa que te acompanha na vida. E não se esqueça que você também precisa ser capaz de soltar e dar essa mesma possibilidade pro seu parceirX. Tem que valer pros dois lados. Você precisa confiar e seu parceirX.

Agora se essa conversa nem consegue existir, daí, mulher, você precisa repensar esse relacionamento… de verdade!

⁣Pra viajar sozinha não precisa ser aventureira

Também já ouvi dizerem que viajar sozinha é para as aventureiras. Aliás, o conceito de aventureira está sempre ligado a coisas não muito legais. Já parou pra pensar?

Bom, viajar sozinha não deixa de ser uma aventura, já que vamos pra lugares que nunca pisamos antes, não conhecemos os caminhos, não sabemos como são os hábitos e talvez estejamos até começando a viajar de forma diferente da que estávamos acostumadas a viajar.

Mas bem o que posso dizer é que viajar sozinha não tem nada a ver com incertezas, irresponsabilidade ou inconsequência. Muito pelo contrário.

O planejamento de uma viagem solo requer das mulheres – infelizmente, porque os homens não precisam disso – um planejamento bem meticuloso pra que possamos viajar sozinhas em segurança.

Eu, por exemplo, planejo uma viagem como ninguém! Erro várias vezes, mas sempre dentro de uma ‘zona segura’. Não adianta me perguntar por histórias tristes ou perigos viajando sozinha. Não tenho pra contar – que bom – nada grave que tenha me acontecido.

Perrengues? Sim. Erros? Também. Mas risco a minha integridade física. Jamais e expero que continue dessa forma!

⁣E uma das coisas legais da viagem solo é justamente que você pode organizá-la da maneira que quiser, exatamente do seu jeito e com as atividades que VOCÊ gosta. Pode ser um roteiro só de compras, só de museus, só de trilhas, só do que você quiser e decidir fazer. Não é maravilhoso?⁣

Se dê esse presente…

⁣Bom, penso que sempre vale a pena experimentar essa experiência de viajar na própria companhia.

Pense no seguinte:

um lugar novo + a pessoa mais importante nessa vida = não tem como ser ruim.

Se deu ruim é porque você precisa parar, se olhar mais e melhor. Afinal de contas, até o final desta vida você terá que conviver com você mesma. Por que não ter um relacionamento próximo e intenso? Pense nisso.

E se não gostar ou não quiser viajar sozinha, tá tudo bem também. Tem muitas outras formas de se conhecer e se conectar consigo mesma. Estamos aqui pra isso!

JÁ ESTÁ ME SEGUINDO NO INSTAGRAM? BORA VOAR!

28,3k Seguidores
Seguir

Salvo algumas exceções devidamente sinalizadas, todas as viagens e experiências do Viajante Solo são custeadas com recursos próprios da autora, Denise Tonin. Por isso, se você achou esse conteúdo útil para a sua viagem, poderá adquirir os produtos oferecidos, como o Planner de Viagem, o Guia Viajar Sozinha em Segurança ou a Mentoria para Viajar Sozinha. Ficarei muito feliz e grata pelo seu apoio!

Guia Viajar Sozinha em Segurança

Planner Viajante Solo

Planner Viajante Solo

Success message!
Warning message!
Error message!