HomeViajar SozinhaDocumentosTaxa de Preservação Ambiental o que é e principais destinos

Taxa de Preservação Ambiental o que é e principais destinos

-

A taxa de preservação ambiental é uma cobrança aplicada por destinos turísticos que possuem áreas protegidas, como parques nacionais, reservas biológicas e áreas de preservação ambiental. O objetivo da taxa é arrecadar recursos financeiros para a conservação e manutenção dessas áreas naturais, bem como para a gestão do turismo nessas localidades.

No Brasil, diversos destinos turísticos utilizam a taxa de preservação, como é o caso de Fernando de Noronha.

No exterior, a taxa é cobrada em locais como o Parque Nacional de Banff, no Canadá, o Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, e o Parque Nacional de Kruger, na África do Sul.

Importância da Taxa de Preservação

A importância da taxa de preservação ambiental é grande, pois ela contribui diretamente para a conservação e manutenção de áreas naturais importantes para o equilíbrio ecológico do planeta. Além disso, a taxa também é fundamental para a promoção do turismo sustentável, já que incentiva os visitantes a respeitarem o meio ambiente e a colaborarem para a sua preservação.

Tipos de Taxas de Preservação Ambiental

Existem diferentes tipos de taxas de preservação ambiental, sendo a mais comum a cobrança por dia de permanência do turista na área protegida. Também existem taxas específicas para a realização de atividades como trilhas, mergulhos e passeios de barco.

Para obter a taxa de preservação ambiental, o turista geralmente deve efetuar o pagamento na entrada da área protegida, em postos de arrecadação ou pela internet. O valor varia de acordo com o destino e pode ser utilizado para o custeio de atividades como fiscalização, manutenção de trilhas, limpeza de rios e lagos, entre outras.

Destinos no Exterior que exigem a TPA

Veja, abaixo, alguns destinos no exterior que exigem o pagamento da Taxa de Preservação Ambiental:

  • Parque Nacional de Banff, Canadá
  • Parque Nacional de Yellowstone, Estados Unidos
  • Parque Nacional de Zion, Estados Unidos
  • Parque Nacional de Yosemite, Estados Unidos
  • Parque Nacional de Grand Teton, Estados Unidos
  • Ilha de Bali, Indonésia
  • Ilha de Phuket, Tailândia
  • Ilhas Galápagos, Equador
  • Santorini, Grécia
  • Machu Picchu, Peru

Leia também

Viajar sozinha para os Estados Unidos: o essencial pra quem vai solo

Visto de viagem: o que é e como solicitar

Carta de Suporte Financeiro (Financial Support Letter)

ETIAS autorização de viagem para entrar na Europa

Como declarar bens para viagem internacional (e-DBV)

Destinos no Brasil que exigem a TPA

Veja, abaixo, alguns destinos no Brasil onde a de Taxa de Preservação Ambiental é exigida:

  • Fernando de Noronha, Pernambuco
  • Jericoacoara, Ceará
  • Praia do Forte, Bahia
  • Bonito, Mato Grosso do Sul
  • Paraty, Rio de Janeiro
  • Morro de São Paulo, Bahia
  • Chapada dos Guimarães, Mato Grosso
  • Ilhabela, São Paulo
  • Foz do Iguaçu, Paraná
  • Parque Nacional do Iguaçu, Paraná

É importante destacar que as listas podem variar a qualquer momento e que é sempre importante se informar sobre a taxa de preservação ambiental em cada destino e na época da sua viagem.

Diferença entre Taxa de Turismo e Taxa de Preservação Ambiental

A taxa de preservação ambiental e a taxa de turismo são duas cobranças distintas, com objetivos e finalidades diferentes.

A taxa de preservação ambiental é uma cobrança aplicada em áreas protegidas, como parques nacionais, reservas biológicas e áreas de preservação ambiental. O objetivo é arrecadar recursos financeiros para a conservação e manutenção das áreas naturais, bem como para a gestão do turismo nessas localidades.

Já a taxa de turismo é uma cobrança aplicada em destinos turísticos para a promoção e desenvolvimento do turismo local. O objetivo da taxa é arrecadar recursos financeiros para investimentos em infraestrutura turística, marketing e promoção do destino.

Embora as duas taxas sejam cobradas em destinos turísticos, elas possuem finalidades diferentes e são aplicadas em contextos distintos. Enquanto a taxa de preservação ambiental é aplicada em áreas naturais protegidas, a taxa de turismo é aplicada em destinos turísticos em geral.

É importante ressaltar que a cobrança de taxas é uma prática comum em todo o mundo e pode ser uma forma eficiente de garantir a sustentabilidade e a preservação dos destinos turísticos, bem como promover o desenvolvimento turístico de forma responsável e consciente.

Denise Tonin
Denise Tonin
Sou viajante solo por opção e paixão! Viajei muito mais do que escrevi por aqui, mas vale dizer que o que realmente importa não é a quantidade de países que visitei, mas o quanto consegui me conectar com cada lugar e com as pessoas que cruzei nas viagens. O mais importante ainda é o quanto consegui me conectar comigo mesma! Busque por conexão e se entregue e verá a mágica acontecer. Suas viagens, além de incríveis, serão transformadoras!
Success message!
Warning message!
Error message!