Você está se preparando pra viajar sozinha e ficou pensando se o seguro viagem individual compensa? Já sei, ouviu falar que não precisa, que é um gasto a mais na viagem. Bom, não caia nessa. O seguro viagem individual compensa SIM e, a meu ver, é imprescindível para qualquer viagem! Como sempre falo por aqui, a sua segurança vem em primeiro lugar!

O investimento individual é baixo comparado as possíveis despesas que possam surgir durante as viagens. E, além disso, a tranquilidade que um seguro viagem traz quando se viaja tanto sozinha, quanto em grupo é imensurável.

Sendo assim, vou falar um pouquinho sobre o que é e algumas dicas para contratar o seguro em sua viagem individual.

O que é o seguro viagem individual?

O que é o seguro viagem individual?

Em resumo, é um contrato individual firmado com uma seguradora. Através do valor do investimento, a seguradora se compromete a pagar possíveis problemas que ocorram durantes as viagens. Estes eventos devem estar previstos nas condições gerais do contrato.

Os tipos de eventos cobertos são diversos. Por exemplo, a principal das coberturas é a de despesas médicas-hospitalares. Há também coberturas para atraso e extravio de bagagem. Bem como, atraso de voo, cancelamento e interrupção de viagem. Ainda há pagamento de indenizações em casos de acidentes ou até mesmo morte. O tipo de cobertura (e também o valor delas) varia com o seguro.

Infográfico: Tipos de Coberturas

E que tipo de coisa não cobre? A primeira coisa que você tem que saber é que ele não é um plano de saúde. Portanto, consultas diagnósticas, eletivas ou estéticas não são cobertas. Só são cobertas consultas de urgência ou emergência. E, também comum a todos os tipos de seguros, há eventos que não são cobertos. Por exemplo, problemas causados devido a guerras ou a natureza (terremotos, erupções vulcânicas, etc).

Quanto custa o seguro viagem individual?

Quanto custa o seguro ?

O valor (chamado de prêmio) varia de acordo com o destino. Geralmente, é separado em quatro categorias: Nacional, Estados Unidos, Europa e Mundial.

Bem, o plano nacional é valido somente para viagens no Brasil.

Os planos para os Estados Unidos valem para outros destinos também. Por exemplo, Se você vai visitar Nova Iorque e decide dar um pulinho no Canadá… Dessa forma, não é necessário fazer dois planos.

Geralmente, para uma visita aos Estados Unidos os planos são cotados separadamente por causa do valor extremamente alto do atendimento médico no país. Sendo assim, infelizmente, o custo dos seguros pra lá acaba saindo mais caro. Mas, ainda assim, recomendo fortemente, pois você não vai querer voltar com altas contas hospitalares para pagar no caso de precisar de algum atendimento, não é mesmo?

Da Europa estão em categoria própria por causa do Tratado de Schengen. Países que fazem parte desse acordoo tem como obrigatoriedade o seguro viagem para todos os visitantes com cobertura mínima de 30 mil Euros.

Por fim, há os planos mundiais que incluem os demais países. Por exemplo, países da América do Sul, da Ásia etc.

Os preços dos seguros variam muito e são cotados por dia. Por exemplo, planos no Brasil podem custar pouco mais de 1 dólar por dia. Já os planos para os EUA podem subir para perto dos 7 dólares. Esses valores se referem a planos mais completos com diversas coberturas disponíveis. Você sempre pode optar pelo plano que atende as suas necessidades e a seu orçamento.

No entanto, existem algumas coisas que agravam os preços, por exemplo, a melhor idade (75 anos ou mais, depende da seguradora) e práticas esportivas profissionais. Nesses casos geralmente é cobrado um acréscimo em cima do prêmio do seguro viagem individual.

Como acionar o seguro viagem individual

Como acionar o seguro viagem individual

Hoje em dia existem diversas formas de acionar o seu seguro viagem individual. A primeira delas é por ligação. Muitas seguradoras possuem um 0800 ou um número local disponível, se necessário o acionamento.

A segunda forma e a mais prática é via WhatsApp. Ao contratar o plano, você receberá uma apólice onde constam todos os números, inclusive o da central de atendimentos. Leve-a sempre com você, junto ao seu documento de viagem.

Por fim, alguns também disponibilizam a possibilidade de acionar a seguradora por meio de um aplicativo próprio e/ou via e-mail. Meios de acionamento não faltam, fica a seu critério e da situação pela qual você está passando.

Como o seguro viagem individual realiza a coordenação do atendimento

Ao acionar o seguro, a central de atendimentos irá pedir alguns dados básicos. Coisas como, por exemplo, número da apólice (consta no bilhete), seu nome, local que você está e o que você está sentindo / passando por.

Em outro exemplo, digamos que esteja com uma baita enxaqueca. A central então começa a organizar o atendimento de acordo com a disponibilidade local e gravidade do problema. Os atendimentos podem ser:

  1. Visita a uma clínica ou hospital próximo.
  2. Consulta em domicílio (o médico vai até você!)
  3. Telemedicina (via aplicativo do prestador de serviço)
Infográfico:  Coordenação do atendimento do seguro viagem individual
Como acontece a coordenação do atendimento do seguro viagem individual

Caso seja uma emergência, ou não possa esperar. É recomendado ir até o hospital mais próximo e receber o atendimento. De lá você pode acionar a central de atendimentos e iniciar o processo de reembolso. Ao fazer isso, pode ser possível que a central do serviço contratado entre em contato com o hospital. Dessa forma, talvez seja revertido o custo do atendimento para a seguradora. Sem ter necessidade de sair um centavo de seu bolso! Entretanto, infelizmente, isso nem sempre é possível. Pois depende muito do hospital e país do atendimento.

Dicas ao contratar um seguro viagem individual

Dicas ao contratar um seguro viagem individual

Leia sempre as condições gerais. Pois são nelas que consta tudo o que cobre e o que não cobre!

Em viagens longas opte por coberturas médicas superiores e, bem como, com cobertura independente e por evento. A cobertura independente por evento significa que a cada problema que tiver, você terá o valor total de sua cobertura disponível!

Em viagens internacionais compensa procurar um seguro viagem individual com uma rede credenciada mundial. Ainda mais se não souber a língua. Dessa forma não haverá desespero na hora de ir a um hospital.

É sempre bom também contratar o serviço em viagens nacionais. Pois não são todos os planos de saúde que cobrem consultas fora de seu estado ou até mesmo município. Além disso, se estiver viajando de avião você terá outras formas de proteção.

Lembre-se que a sua saúde deve vir em primeiro lugar! Se tiver qualquer dúvida, deixe nos comentários que será um prazer respondê-la.