Como levar medicamentos em viagem internacional

São diversos preparativos e cuidados que devemos pensar antes de cairmos na estrada – incluindo como levar medicamentos em viagem internacional e quais as precauções com o transporte.

É essencial levar em sua viagem, um compartimento em sua bagagem de mão com os remédios que geralmente você precisa mais e costuma ter em casa. O restante poderá colocar na sua bagagem despachada.

Encontre o para sua passagem aérea

Em alguns países as regras para a compra de medicamentos podem exigir que você tenha em mãos uma receita médica e isso poderá ocasionar em gastos desnecessários com consultas, caso você tenha apenas um problema de dor de cabeça, ou precise de um colírio, e não tenha levado nenhum remédio. Portanto, levar com você medicamentos que você já costuma usar é bastante recomendável.

Já reservou hotel para sua viagem? Confira as melhores tarifas para sua estadia

Sugestão de ‘farmacinha’

Uma dica extra é sempre levar uma quantidade a mais de medicamentos – para caso você precise passar um tempinho a mais em seu local de destino.

Veja a sugestão de medicamentos que você poderá levar em sua ‘farmacinha’:

  • Dor de garganta
  • Gripe
  • Diarreia
  • Dor de estômago
  • Enjoo
  • Dor de cabeça
  • Alergias
  • Má digestão
  • Febre
  • Cólicas, gases, ou prisão de ventre
  • Tensão Muscular

Pensando em alugar um carro? Compare os melhores preços em mais de 100 locadoras!

Lembre também de levar alguns acessórios de emergência importantes, como:

  • Termômetro
  • Band aid
  • Antisséptico
  • Gaze e Esparadrapo

Transporte dos medicamentos na bagagem de mão

Não basta apenas “sair juntando” todos os medicamentos, colocar em uma bolsinha e levar na viagem. Em relação ao transporte, são necessários alguns cuidados quanto a quantidade de medicamentos levados, a forma como os mesmos estão embalados, e quais medicamentos são permitidos em seu país de destino.

Vou explicar direitinho cada um desses pontos.

Quantidade máxima de medicamentos que pode ser levada

Cada medicamento não pode ultrapassar o limite de 100 ml por frasco – no caso dos líquidos.

Confira os planos e compre um chip com internet 4G ilimitada para ficar conectada durante toda a viagem

O total das substâncias líquidas – sejam medicamentos em gotas, pastas, cremes, sprays ou aerossóis – não podem ultrapassar 1 litro.

Sobre os cuidados de embalagem

Todos os medicamentos devem ser colocados em uma embalagem plástica transparente, vedada e de até 20 cm x 20 cm.

Demais precauções

Antes do embarque, procure saber nas embaixadas ou consulados do seu país de destino, quais medicamentos podem ser transportados em bagagens de mão.

Peça também ao seu médico uma versão de suas receitas médicas em inglês, caso precise ingerir medicamentos controlados, ou para os livres que precisarem ser levados em grandes quantidades.

A receita deve conter: seu nome, a duração da viagem, a quantidade do medicamento,  posologia e para que serve.

Cuidados com medicamentos durante a viagem

Alguns medicamentos necessitam de cuidados especiais durante a viagem, e é importante estar atento para planejar tudo com antecedência.

Uso de medicação contínua

Os medicamentos controlados, de tarja vermelha e preta, precisam estar acompanhados de receitas médicas que constem o nome do paciente (passageiro) e o carimbo médico.

A ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – aconselha a apresentação dos medicamentos na hora da inspeção de segurança. O ideal é que os mesmos estejam bem lacrados em suas embalagens originais, a não ser que seja necessário a ingestão durante a viagem.

Os medicamentos precisam ter também as etiquetas que os identifiquem, além das informações do fabricante e indústria farmacêutica.

Tenha a quantidade suficiente para toda sua estadia e, por precaução, alguma sobra, para o caso de perder ou esquecer o medicamento em algum lugar.

Não esqueça de contratar o seguro viagem para sua viagem solo. Faça uma cotação nas melhores seguradoras e escolha o plano ideal para você e para o seu estilo de viagem.

Medicações injetáveis

As agulhas devem estar bem embaladas, lacradas, e precisam ser apresentadas aos fiscais de segurança antes do embarque.

Outra informação importante é que passageiros diabéticos, por exemplo, podem levar em suas bagagens de mão insulina ou outros líquidos necessários para alimentação. Lembrando que só pode ser levada a dose necessária para o consumo durante o voo, acompanhados da prescrição médica especificando a quantidade autorizada.

Remédios homeopáticos ou fitoterápicos

Coloque tais medicamentos em uma embalagem plástica transparente lacrada e os deixe bem longe de aparelhos que emitam radiação, como os detectores de metal, por exemplo.

Portanto, já no check in, explique sobre estes medicamentos e pergunte como deverá proceder. Normalmente, você entrega a embalagem aos fiscais de segurança antes de passar no detector e eles te entregam depois.

Essas foram algumas das informações importantes que você precisa saber ao levar medicamentos em viagem internacional, e espero que sejam úteis.

6 COMENTÁRIOS

  1. No caso de pessoas dependentes de insulina. É possível levar a quantidade de insulina para 1 ano? E se sim, onde devo levar, na bagagem de mão ou na mala despachada?

    • Guh, tudo bem ? Infelizmente, não posso responder a sua pergunta. Para um caso específico como o seu, recomendo entrar em contato com a companhia aérea para obter as orientações corretas. Abs

  2. Olá, bom dia. Vou viajar para Portugal e eu tomo 4 medicamentos de uso restrito. Pretendo levar os comprimidos dentro da caixa lacrada. A dúvida? Posso levar 30 comprimidos mesmo ficando só uma semana em Portugal?

    • Olá Alberto, tudo bem ? Quando pesquisei para escrever este artigo, não havia menção em relação a quantidade de comprimidos, então não posso responder com certeza se pode ou não. Na minha opinião, o ideal é levar o que vai ser consumido e mais uma reserva, sempre acompanhados das respectivas receitas médicas e acredito que assim não haverá qualquer problema. Abs

  3. Oiii. Adorei o post ! Só uma dúvida:se eu quiser deixar meus remédios tarja vermelha na bagagem despachada, preciso também de receita ou aí não será necessário? Estou com dificuldades de conseguir receita pra mais de 2 meses com o meu médico.

    • Francine, tudo bem ? A orientação é ter as receitas, pois a sua bagagem despachada também pode sofrer inspeções – mais raras, mas podem acontecer. Então, seria um risco, caso um agente resolva implicar com a medicação na sua mala despachada. Insista com o seu médico, pois se você realmente necessita da medicação e vai viajar, ele deveria te dar. bjos

DEIXE UM COMENTÁRIO! VOU ADORAR!

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.