fbpx

Guia Viajar Sozinha em Segurança

HomeViajar SozinhaHospedagemHome Exchange: um conceito de hospedagem repleto de experiências

Home Exchange: um conceito de hospedagem repleto de experiências

Você sabe o que é Home Exchange? Entenda o conceito e como você poderá usufruir da troca de casas durante a sua viagem sozinha pelo mundo!

Planner Viajante Solo

JÁ ESTÁ ME SEGUINDO NO INSTAGRAM? BORA VOAR!

28,3k Seguidores
Seguir

Você já pensou em começar os desafios da sua próxima viagem já no planejamento? Que tal ousar no tipo de hospedagem? Trocar o bom e velho hotel pela experiência de ficar em uma casa de outra pessoa? O conceito de Home Exchange, cuja tradução para o português é “troca de casa”, busca aproximar pessoas com o interesse em comum de viajar e ter a experiência de viver como um local por meio da hospedagem.

Dizem que a vida acontece fora da nossa zona de conforto. Eu não sei se você concorda com isso, mas o fato é que quando nos permitimos ousar, viver novas aventuras, sair do óbvio, experimentar, podemos nos surpreender com o que vem. E na pior das hipóteses, caso tudo dê errado, no mínimo você terá histórias para contar aos seus netos!

E se tem um momento em que essa tal zona de conforto é desafiada a todo tempo, sem dúvida é durante as viagens. Enquanto viajamos, estamos mais dispostos a viver o novo, sair do lugar comum, conhecer coisas novas. Geralmente conseguimos nos despir dos preconceitos do dia a dia mais facilmente, e é a partir daí que nos permitimos ter experiências enriquecedoras.

Muito comum na Europa e nos Estados Unidos, onde estão localizadas a maioria das empresas que fazem a conexão entre as famílias interessadas, o assunto ainda é bem pouco conhecido no Brasil. Existem diversos clubes de trocas de casas e a forma mais comum é quando ocorre a troca simultânea, ou seja, enquanto você está na casa da pessoa, essa pessoa está hospedada na sua casa. Mas nem só de casa vivem essas trocas. A depender do tipo de negociação, também é possível trocar carros, barcos, apartamentos, chalés, motorhomes e, acredite, até animais de estimação.

Viva como um local

Home Exchange: Viva como uma local


Hospedar-se em uma casa de família é uma excelente oportunidade de se sentir como uma local. Ir a pé até a padaria comprar pão, desbravar os supermercados e entender os hábitos e costumes dos moradores, conhecer a vizinhança, fazer amizades, visitar parques e restaurantes fora do roteiro turístico, desfrutar de férias desaceleradas.

É também uma imersão cultural repleta de ousadia, digamos, mas com muito aprendizado também. Durante a preparação para a troca, as famílias exercitam algo muito valioso: a generosidade. Porque ao preparar a casa para receber a outra família (que a esta altura já não é mais estranha devido a tanta troca de mensagens para ajustar todos os detalhes), a preocupação com o outro pode ser uma importante reflexão para o nosso dia a dia. É sobre o cuidar, o receber bem, o proteger de certa forma…

A preparação da casa


Quando o acordo é firmado, começam os preparativos da casa que vai receber os convidados. Esta talvez seja a fase mais trabalhosa e desafiadora, pois é preciso deixar tudo bem esclarecido e acordado entre as partes, de forma que a outra família se sinta à vontade com todas as instruções e orientações.

Planner Viajante Solo

Preocupações como: se a casa tem alarme, como ligar a máquina de lavar, senha do wi-fi, qual hospital procurar em caso de emergência, remédios importantes, informações sobre doenças regionais (como dengue, por exemplo), se você vai permitir que a família convidada receba outras pessoas na sua casa (visitas ou faxineiras, por exemplo)… o ideal é que todas essas informações sejam registradas pela família anfitriã em algum material físico (um caderno, por exemplo), assim o acesso fica mais fácil e prático para todos.

Um “personagem” que pode ser fundamental nessa troca de casa são os vizinhos. Se você tiver vizinhos parceiros, acione-os! O suporte deles será fundamental para a família que se hospedar na sua casa, principalmente se forem estrangeiros. E também será um conforto para quando você estiver longe, pois poderá obter através deles todas as informações necessárias para te tranquilizar.

Leia também

House Sitting: o que é e como funciona

Viajar Sozinha e usar o Couchsurfing: como funciona, vantagens, desvantagens e segurança

Viajar Sozinha e usar o Airbnb: vantagens, desvantagens e desconto

Modelos de troca

Home Exchange: modelos de troca
  • Troca não simultânea (um pouco mais difícil de conciliar, porque as casas precisam
    estar vazias em períodos diferentes)
  • Pode ser utilizada uma outra casa para a troca, como, por exemplo, uma casa de
    praia ou montanha
  • É possível receber o convidado enquanto você está na sua própria casa

Alguns sites para você começar a planejar suas próximas – e ousadas – férias:

  • Home Link – http://homelink.org/en/
  • Intervac – http://www.intervac-homeexchange.com/
  • Home Exchange – http://www.homeexchange.com/
  • Guest to Guest – http://www.guesttoguest.com/

Passo a passo para iniciar o processo da troca de casa


1) Faça o cadastro no site de troca de casa que você escolheu. Alguns deles
cobram anuidade e então será preciso efetuar o pagamento antes para só
então poder prosseguir.

2) Depois é necessário criar um perfil da sua casa, com o máximo de informações
detalhadas possível. Fale sobre os cômodos, área de lazer, vizinhança, o bairro,
a cidade e também sobre o perfil da sua família. Se possível, adicione fotos.

3) Comece a pesquisar os destinos do seu interesse. Ao encontrar algo que case
com o que você está procurando, é só enviar uma proposta para o proprietário,
informando como será essa troca e qual a duração prevista da estadia.

4) É natural que você também receba proposta de outros membros do clube.

5) Quando você encontrar alguém com interesses compatíveis aos seus, comece a
trocar ideias e informações. Isso é muito importante para que você se sinta
seguro durante a negociação.

6) Troca firmada, é necessário preencher um documento formal do acordo.

7) Começa a preparação da sua casa

Vantagens do Home Exchange

Terá a oportunidade de desfrutar do destino como se fosse um morador local, com todo o conforto que uma casa oferece.

Como é uma troca, você não vai precisar gastar dinheiro com diárias de hotéis e, em alguns casos, nem com aluguel de carro. É uma economia e tanto!

Desvantagens do Home Exchange

Diferentemente de quando se hospeda em um hotel, nestes casos é necessário limpar, arrumar, cozinhar… e se você está procurando descanso, sombra e água fresca para as suas férias, pode se frustrar.

Com vantagens e desvantagens, certamente é algo que vai mudar seu conceito de
viagens e de férias para sempre! É uma experiência e tanto!

Salvo algumas exceções devidamente sinalizadas, todas as viagens e experiências do Viajante Solo são custeadas com recursos próprios da autora, Denise Tonin. Por isso, se você achou esse conteúdo útil para a sua viagem, poderá adquirir os produtos oferecidos, como o Planner de Viagem, o Guia Viajar Sozinha em Segurança ou a Mentoria para Viajar Sozinha. Ficarei muito feliz e grata pelo seu apoio!

Guia Viajar Sozinha em Segurança

Planner Viajante Solo

Planner Viajante Solo

DEIXE UM COMENTÁRIO!

Please enter your comment!
Insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.