HomeCuraçaoWillemstadTruk’i Pan, uma experiência autêntica em Curaçao

Truk’i Pan, uma experiência autêntica em Curaçao

-

Quando viajo, adoro observar o que os locais fazem, o que e onde comem. A gente sempre vai ter algumas surpresas. E quando temos tempo em um destino, como foi o caso em Curaçao, pois fiquei 2 meses e meio, gosto de me misturar e entender como o destino funciona. Portanto, hoje quero trazer aqui o que considero uma experiência autêntica, que é experimentar a gastronomia no Truk’i Pan.

Truk’i Pan: o que é e breve história

Truk’i Pan é uma expressão em papiamento, idioma de Curaçao, que significa “caminhão de pão” ou mais popularmente conhecidos como food truck. Na verdade, são trailers de comida como os daqui no Brasil, mas na ilha são uma parte icônica e autêntica da cultura gastronômica. 

Os Truks’i Pan iniciaram suas atividades como simples caminhões que vendiam principalmente pão com carne. Como Curaçao é uma cidade que dorme cedo, o público que frequentava os trailers eram os locais. Trabalhadores que saíam tarde de suas atividades e também aqueles que curtem as baladas e querem uma confort food depois de beber horrores nas baladinhas dos beach clubs! kkkk

Requisitos para entrada de Brasileiros em Curaçao

Viajar Sozinha para Curaçao

Com o tempo, a oferta de pratos nesses trailers se diversificou bastante. Hoje, eles vendem uma grande variedade de pratos, incluindo churrasco, frango, frutos do mar, e até opções vegetarianas.

Alguns exemplos:

  • Frango com molho de amendoim (saté ku batata)
  • Costeleta de porco
  • Filé mignon (lomito)
  • Chouriço
  • Costelas
  • Bife de contra-filé
  • Concha (karko)
  • Camarões
  • salmão

O que comer no Truk’i Pan

Juro pra você que virei uma fã de carteirinha dos Truk’i Pan, pois a comida é muito saborosa. Minhas escolhas eram sempre as mesmas: Lomito (file mignon) ou Salmão grelhado. Geralmente o acompanhamento é de batatas fritas, mas tem outras opções também, como saladas e macarrão.

Dá uma olhadinha abaixo em tudo que você pode provar.

O Kapsalon

Tem um prato chamado Kapsalon que tem uma história curiosa.

Kapsalon, significa em holandês, “salão de beleza”. Foi uma criação culinária que surgiu nos Países Baixos e tornou-se popular também em Curaçao, que faz parte do Reino da Holanda.

A história por trás do Kapsalon é que ele foi criado por um cabeleireiro turco lá em Roterdan, na Holanda, por volta de 2003. O cabeleireiro criou uma refeição rápida e completa para ser consumida entre os clientes do salão de beleza. A combinação tradicional inclui batatas fritas, carne de kebab (frango ou carne bovina), queijo gratinado, salada de repolho, alface e molho de alho ou chilli, tudo isso servido em uma bandeja.

O Kapsalon ficou popular nos Países Baixos não só pela combinação de sabores, mas também pela praticidade. Como ele vem em pequenas bandejas de isopor, acabou de comer e pode ser descartada sem muito problema.

Como são os preços no Truk’i Pan

Uma das características dos Truk’i Pan é a falta de mesas e serviço formal como nos restaurantes. É um ambiente bem simples e descontraído. E o fato de não ter garçons, limpeza de mesas, etc faz com que os pratos tenham preços mais acessíveis do que os restaurantes da ilha. Pra mim foi ótimo, pois fiquei dois meses e meio na ilha e fica muito caro comer em restaurantes e também cozinhar todos os dias não é comigo!

Como disse, eu sempre pedia o Lomito e meu amigo Kapsalon de Frango, ambos pequenos e super bem servidos. Valor para 2 pessoas: U$41.

Onde ficar em Curaçao viajando sozinha

Café da manhã em Punda: 8 restaurantes testados

Como funciona o Truk’i Pan?

Geralmente, o Truk’i Pan abre após às 21h e, quando você chega, dependendo de qual você escolher, já tem uma fila. Você vai ver vários carros estacionados só aguardando a abertura e a maioria dos consumidores são curaçolenhos.

Você faz o seu pedido, paga e recebe um pager. Pode ir pro carro esperar e, quando seu pedido estiver pronto, o pager vai soar o bip. Você recebe o seu pedido e tem uma mesa cheia de molhos e entre eles o meu preferido: o maravilhoso molho de Pinda (amendoim). Só de escrever já estou com água na boca. Nessa mesinha tem também sacolas plásticas, guardanapos e tudo o que você precisa para levar seu pedido.

A comida é geralmente consumida em pé por ali mesmo, dentro dos carros, mas, principalmente, levada para ser saboreada em casa.

Como é a higiene dos Truk’i Pan

OK, entendo. Você deve estar preocupada em relação a higiene, pois é um dos medos frequentes entre os viajantes, comer comida de rua em outro país. Também tenho essa preocupação e esse cuidado. Pois bem, em Curaçao não há necessidade de se preocupar, a higiene por lá é tão boa quanto em qualquer restaurante da ilha.

Eu fui diversas vezes e nunca tive qualquer problema de passar mal. A comida é realmente saborosa e sem perigo. O que você deve ter cuidado é pra não se empolgar com os molhos, que podem ser fortes pro seu paladar, como é o caso do molho viciante e delicioso de amendoim (Pinda Sauce).

2 Truks’i Pan que indico e que testei

Karbon

O Karbon é o meu preferido e onde fui mais vezes. Ao contrário da maioria dos trailers, no Karbon tem um barzinho ao lado com cadeiras, onde você pode tomar uma cerveja gelada enquanto espera.

Sempre que estive por lá tinha filas, portanto já sabemos que é um dos mais apreciados na ilha pelos locais. Você pode fazer seu pedido pelo whats e depois ir buscar. Uma facilidade também, né?

  • 📍Winston churchillweg 142A, Willemstad, Curaçao
  • Aberto todos de 21h às 2h – Finais de semana fecha às 4h
  • +5999 671-0079
  • @karbon.curacao

Koki riba Bloki 

O Koki riba Bloki  foi a minha primeira experiência em Truk’i Pan. Adorei a praticidade.

Ele fica na beira da rua e por lá não há qualquer lugar para sentar. É pedir e esperar no carro. O atendimento foi rápido e a comida saborosa.

  • 📍Santa Rosaweg 36 N, Curaçao
  • Seg a Quin, de 21h às 2h – Sex e Sab, das 21h às 4h, Dom, 21h às 2h
  • 📲 686 6836
  • @kokiribabloki

Além de poder provar as delícias de Curaçao, o Truk’i Pan também é um ponto de encontro dos locais e onde os turistas podem comer bem e fazer um programa autêntico. Ótima forma de se conectar com o destino, além de conhecer novos amigos.

Denise Tonin
Denise Tonin
Sou viajante solo por opção e paixão! Viajei muito mais do que escrevi por aqui, mas vale dizer que o que realmente importa não é a quantidade de países que visitei, mas o quanto consegui me conectar com cada lugar e com as pessoas que cruzei nas viagens. O mais importante ainda é o quanto consegui me conectar comigo mesma! Busque por conexão e se entregue e verá a mágica acontecer. Suas viagens, além de incríveis, serão transformadoras!
Success message!
Warning message!
Error message!